Menu
quinta, 5 de agosto de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JUNHO

Música "Bará Berê" é alvo de ação milionária e Michel Teló é réu

10 Ago 2013 - 14h15Por G1/MS

Os cantores Thiago Rodrigues Monteiro e Luis Augusto Ferreira, que até 2012 formavam a dupla sertaneja Bruno Camacho e Cuiabano, pedem na Justiça uma indenização milionária por supostamente serem os autores da música "Bará Berê". O hit foi sucesso nas vozes de Cristiano Araújo e Michel Teló durante todo o ano passado. Segundo informou ao G1 o advogado da ex-dupla, Thiago Felipe de Oliveira, o valor da ação, que ainda seria apurado caso o processo fosse favorável a eles, passaria de R$ 2 milhões.

De acordo com Thiago, em novembro de 2011, Bruno Camacho e Cuiabano foram convidados pela produção de Cristiano Araújo para conhecer o estúdio do cantor, em Goiânia, e mostrar algumas composições. Dentre as músicas, estaria "Bará Berê". "Eles ficaram receosos de mostrar [a canção] porque ela ainda não havia sido registrada", explica o advogado.

Após a insistência de Raynner Ferreira Coimbra de Jesus, empresário de Cristiano, os dois resolveram cantar e a música foi gravada no celular de Raynner, que alegou não ter problemas, pois não tinha a intenção de lançar a canção. "Eles confiaram, gravaram e foram embora. Cerca de três semanas depois, indo para um ensaio, eles ouviram a música na rádio e ficaram desesperados", afirma.

A ação tramita na 9ª Vara Cível de Goiânia. Ao todo, oito pessoas e instituições são citadas no processo. Além de Teló, Cristiano e Raynner, são apresentados como réus o cantor e compositor Dogival Dantas, tido como real autor da canção, e as empresas Talismã Administradora de Shows Musicais LTDA, Efeitos Produções, Gravadora Som Livre LTDA e Apple Computer do Brasil LTDA.

A assessoria de imprensa de Cristiano Araújo, que também responde por Raynner, pela Talismã e pela Efeitos, disse ao G1, por telefone, que antes da gravação da música foi realizado uma busca e o autor Dogival Dantas foi devidamente identificado, autorizando todo o processo. "Dessa forma, não há quaisquer irregularidades". Ainda segundo a assessoria, em momento oportuno, tanto o cantor quanto as empresas buscarão medidas legais contra o que considerou "falsa denúncia" por parte de Bruno Camacho e Cuiabano.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tatyane Santinoni, Agepen AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo amplia número de vagas do último concurso da Agepen
Apostador anota números em talão da Mega-Sena. (Foto: Arquivo / Campo Grande News) SERÁ QUE FOI VOCÊ
Sortudo de MS fatura R$ 4 milhões da loteria
VACINA DOSES DE ESPERANÇA
Mato Grosso do Sul recebe 62.230 doses de vacinas contra Covid-19
BONITO - MS - 73 ANOS
Prefeito apresenta projetos ao deputado Paulo Corrêa que serão executados no aniversário de Bonito
VACINA BONITO - BORA VACINAR
VACINA NO BRAÇO: Pessoas a partir de 27 anos será nesta quinta, veja horário e local em Bonito
Foto: ASSESSORIA OPORTUNIDADE UEMS
UEMS aprova oferta de vagas para os processos seletivos de 2022
Fotos: Prefeitura Municipal de Maracaju AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Maracaju vai receber mais 144 bases do Programa Lote Urbanizado
AÇÕES DEPUTADA MARA CASEIRO
Agosto Lilás: Deputada Mara aborda representatividade feminina na política
AUXÍLIO AUXÍLIO EMERGENCIAL
Auxílio Emergencial 2021: Pagamento da 5ª, 6ª, e 7ª parcela para os seguintes grupos
BONITO - MS - VACINAÇÃO CONTRA COVID
HOJE tem vacina Covid para pessoas a partir de 28 anos, veja horário e local em Bonito (MS)