Menu
sbado, 6 de junho de 2020
BANNER ANNA
Busca
POLONIO IMÓVEIS
CRIME NA CAPITAL

Motorista de aplicativo foi morto por fazer 3 perguntas à esposa de foragido

Motorista de aplicativo foi morto por fazer 3 perguntas à esposa de foragido

14 Mai 2019 - 17h06Por Campo Grande News

O motorista de aplicativo Rafael Baron, 24 anos, foi assassinado a tiros pelo foragido do sistema prisional Igor César de Lima de Oliveira, de 22 anos, logo após a corrida, no Jardim Campo Nobre. Segundo a Polícia Civil, Igor teria ficado com ciúmes, somente porque o rapaz conversava com a esposa do suspeito durante o trajeto e fez três perguntas.

A identificação do suspeito foi possível após investigação da equipe do GOI (Grupo de Operações e Investigações).

O delegado do 5º DP (Distrito Policial), Ricardo Meirelles, disse que ontem, por volta das 23h30, Igor estava com a esposa, grávida de quatro semanas, na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim Leblon e pediu corrida para voltar para casa, no Condomínio Reinaldo Buzanelli.

Com base no depoimento da esposa e da mãe de Igor César, a polícia descobriu a dinâmica do homicídio. Igor havia se sentado na frente e, a esposa, atrás.

Durante o trajeto, Rafael começou a conversar com o casal e puxou assunto com a moça. A primeira pergunta foi sobre a tipoia que ela usava no braço. Ela respondeu que havia sofrido acidente de trânsito. Em seguida, o motorista perguntou se foi de moto e, logo depois, se ela estava sozinha no momento do acidente.

A partir deste momento, conforme depoimento da moça, “Igor fechou a cara e ficou quieto”. Quando chegaram ao condomínio, o motorista perguntou a Igor se aquele era o endereço correto, mas o suspeito não respondeu e desceu do carro.

 
Delegado Ricardo Mereilles detalhou como foi o crime (Foto: Kisie Ainoã)Delegado Ricardo Mereilles detalhou como foi o crime (Foto: Kisie Ainoã)
 
Igor César de Lima Oliveira já era procurado, foragido do sistema prisional (Foto/Divulgação)Igor César de Lima Oliveira já era procurado, foragido do sistema prisional (Foto/Divulgação)
 

A esposa de Igor disse que sim e ficou para trás, para pagar a corrida em dinheiro, R$ 8, enquanto o suspeito entrava no apartamento da família, no andar térreo, pela janela.

Quando entrou no apartamento, ela encontrou o marido voltando, armado. A mãe de Igor tentou segurá-lo, mas não conseguiu. Assustada e temendo ser o alvo, a jovem se escondeu no banheiro.

Igor César foi até o motorista e atirou à queima-roupa, atingido o motorista no braço e no pescoço. Há a suspeita de que Rafael Baron poderia ter tentado fugir, mas bateu nos carros estacionados no condomínio. Ele morreu no local.

A banalidade do homicídio chocou até os policiais. Igor César vai responder por homicídio duplamente qualificado – motivo fútil e sem chance de defesa da vítima.

A Polícia Civil divulgou a foto do suspeito, considerado perigoso. Como a arma do crime, provavelmente, um revólver calibre 38, não foi encontrado, acredita-se que ele ainda esteja armado.

Segundo testemunho da esposa, Igor tinha ciúme doentio da esposa. "Ele chegava a ter ciúmes até da relação entre nora e sogra", disse o delegado. A jovem disse que não havia sido agredida pelo marido.

Igor César Lima já havia sido condenado por roubo a mão armada em 2015, sendo sentenciado a cinco anos e quatro meses de reclusão em regime fechado. Desde o ano passado, ele estava foragido do sistema prisional. Quem tiver informações sobre o suspeito pode ligar no telefone 9 9987 9035 (GOI).

Rafael Baron, morto após três perguntas feitas à esposa do suspeito (Foto/Reprodução)Rafael Baron, morto após três perguntas feitas à esposa do suspeito (Foto/Reprodução)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Imagem Ilustrativa - Crédito: Wesley Ortiz/Arquivo VOLTA ÀS AULAS NO MS
Governo ainda não tem previsão se vai voltar com aulas presenciais em MS
Agentes do Depen - Imagem Ilustrativa OPORTUNIDADE
Concurso federal com salário de até R$ 6 mil encerra inscrições nesta sexta-feira
IMAGEM: ÁGUAS TURISMO BONITO - MS - NOVO DECRETO
Novo Decreto é publicado, veja o que mudou e o que continua valendo desde 1º de junho em Bonito (MS)
Consulta para saber se o CPF foi usado para requerer o Auxílio Emergencial deve ser feita no site da Dataprev - Reprodução FIQUEM ATENTOS
Veja se o seu CPF foi usado e como denunciar a fraude
Governo de MS vai distribuir máscaras para quem não tem condições de comprar CORONAVÍRUS NO MS
Governo de MS vai distribuir máscaras para quem não tem condições de comprar
CORONAVÍRUS BOLETIM - CORONAVÍRUS NO MS
BOLETIM: MS registra mais 72 casos confirmados nas últimas 24h e 21 mortes por coronavírus
CRIME
Adolescente procura polícia após ter fotos íntimas compartilhadas
Prisão
Homem que matou vítima violentamente é preso em cidade de MS
Roubo
Armados com faca, dupla rouba celular de jovem em Dourados
FATALIDADE
Filho de vereadora passa mal e morre durante partida de futebol