Menu
quinta, 22 de outubro de 2020
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO

Mais da metade da população de Campo Grande está acima do peso, diz ministério

18 Abr 2011 - 17h56Por Campo Grande News

O hábito faz o monge, diz a sabedoria popular. Dados divulgados hoje pelo Ministério da Saúde comprovam a afirmação. Mais da metade da população de Campo Grande está acima do peso. O índice chega a 51,2%, acima da médida nacional, de 48,1%.

 

O percentual de obesos também supera o do País: 16,6%, frente a 15% do registrado em todo o Brasil. Apesar da fartura, apenas 18,1% dos campo-grandenses têm o hábito de consumir cinco ou mais porções diárias de frutas e hortaliças. E ninguém come mais carnes com excesso de gordura que os moradores da capital do Mato Grosso do Sul. Nada menos que 49,3%, quando a média nacional é de 34,2%.

 

São consideradas nocivas a parte aparente de gordura da picanha ou a pele do frango, por exemplo. Quanto ao leite, 52,8% dos moradores de Campo Grande o consomem na forma integral - mais gordurosa -, índice um pouco inferior à média nacional, de 56,4%. Trinta por cento da população bebem refrigerantes cinco ou mais vezes por semana.

 

O dado positivo em relação à média nacional fica por conta da prática de exercícios físicos. Na Capital, 15,7% praticam alguma atividade física. É pouco, mas em todo o País o índice é ainda pior, de apenas 14,9%. O percentual de sedentários em Campo Grande é de 13,9%, ante 14,2% em todo o Brasil.

 

Para reduzir o número de obesos, o Ministério da Saúde investe na prevenção. As equipes do Programa Saúde da Família, que alcançam mais de 100 milhões de pessoas, orientam os atendidos sobre alimentação saudável e pratica de atividade física com regularidade.

 

Além disso, desde 2006, a Política Nacional de Promoção da Saúde estimula a realização de atividades físicas em 1.506 municípios dos 26 estados e do Distrito Federal. Somente entre 2006 e 2010, foram repassados R$ 171 milhões a todas essas cidades, que integram a Rede Nacional de Promoção da Saúde. Os recursos são repassados regularmente para as Secretarias Municipais de Saúde, que desenvolvem projetos para oferecer exercícios físicos à população e capacitar profissionais de saúde.

 

O Ministério da Saúde também lançou, em 2006, o Guia Alimentar para a População Brasileira – a primeira publicação do Governo Federal para orientar gestores, profissionais de saúde e população sobre alimentação saudável.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Instituto de Desenvolvimento de Bonito
IDB INFORMA: agentes do Sebrae vão reforçar biossegurança em Bonito no feriado de finados
DEPUTADOS CANDIDATOS A PREFEITO
Com 04 deputados sendo candidatos a prefeito, veja quem entra se caso ganharem as eleições
BOLETIM CORONAVÍRUS EM MS
Bonito registra mais 04 casos e no MS, jovem de 15 anos é uma das vítimas do covid nas últimas 24h
PREMIAÇÃO NO MS
Publicados no Diário Oficial mais 05 editais da Lei Aldir Blanc totalizando R$ 653 mil
BONITO - MS - TEM ÁGUA AÍ?
TEM ÁGUA AÍ?: Troca de bomba pode deixar 02 bairros sem água até às 17h em Bonito (MS)
Vacina está sendo desenvolvida pela China com o Butantan (Foto: Butantan/Divulgação) VACINA - TUDO CANCELADO
CORONAVAC: Bolsonaro atravessa acordo e avisa que não comprará vacina chinesa
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Estado licita mais uma obra de implantação do corredor rodoviário no Pantanal
ACIDENTE FATAL
Acidente entre carreta e motocicleta mata mulher de 22 anos em MS
VACINA NO MS - CORONAVÍRUS
Em reunião virtual com governadores, Ministério da Saúde anuncia distribuir vacina contra Covid-19
Frigolon em Santa Rita do Pardo. (Foto: Divulgação | Sebrae-MS) FRIGORÍFICOE CORONAVÍRUS
Com 17 casos de covid-19, frigorífico deve testar todos os funcionários