Menu
tera, 22 de setembro de 2020
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO
Instituto de Desenvolvimento de Bonito

IDB INFORMA: venha se refrescar em sete lindos lugares; conheça o Parque das Cachoeiras

O atrativo é um lugar deslumbrante e não pode faltar no seu roteiro de viagem

5 Ago 2020 - 13h27Por Anna Gomes/Bonito Informa

O Parque das Cachoeiras é sem dúvida um lugar paradisíaco e que não pode faltar no seu roteiro de viagem se deseja visitar Bonito. Trilha cercada de árvores, animais e muitas cachoeiras, o atrativo é um lugar lindo, que investiu em segurança e que vale a pena conhecer!

Localizado a apenas 17 quilômetros do centro de Bonito, o Parque das Cachoeiras, é um passeio de trilha com banho em cachoeiras que começa com um percurso de 1.800m. Ao longo da caminhada, o visitante tem sete paradas para banho em cachoeiras e piscinas naturais do Rio Mimoso.

Com guias experientes e equipamentos de segurança disponíveis como colete salva vidas, o visitante tem a oportunidade de desfrutar, de se refrescar e contemplar belíssimas paisagens que parecem cenários de filmes. Se você é adepto a passeios mais radicais, o atrativo também fornece adrenalina em uma das paradas, a “Cachoeira do Salto” que possui uma plataforma para o visitante saltar na água, em uma altura de 7 metros.

As cachoeiras do parque são formadas por tufas calcárias e pequenas cavernas, que dão origem as suas piscinas naturais. Durante o percurso da trilha que liga uma cachoeira a outra, é possível ver de perto a paisagem característica da região da Serra da Bodoquena, onde fica Bonito. Animais silvestres não são difíceis de ser encontrados no trajeto.

No receptivo do Parque das Cachoeiras, você encontra comodidade e tranquilidade. O atrativo possui estacionamento, vestiários, banheiros, sala de instruções,  wi-fi, restaurante e uma linda piscina, a 'Borda Infinita', que se tornou a queridinha dos visitantes. Dela, o turista consegue ter uma visão incrível para uma das cachoeiras do atrativo.

PARQUE DAS CACHOEIRAS DURANTE A PANDEMIA

Todos os atrativos estão tomando as devidas medidas de prevenção ao covid-19. No Parque das Cachoeiras foram adotadas várias ações para proteger o visitante e todos os colaboradores do passeio.

Desde o último dia 1 de julho, o atrativo reabriu as portas, mas todo cuidado necessário está sendo tomado pela equipe do atrativo. Todos os colaboradores do Parque das Cachoeiras foram divididos em diferentes equipes, as quais não se encontram e diariamente têm suas temperaturas aferidas.

Os funcionários também usam máscaras e foram treinados para manterem o local limpo e seguro. O atrativo reduziu em 40% o número diário de visitantes.

Logo quando o visitante chega no atrativo ele tem a temperatura aferida. Álcool em gel também está sendo disponibilizado em vários pontos do Parque das Cachoeiras.

Placas para lembrar o visitante do distanciamento de 1,5 metro também estão espalhadas pelo atrativo.  Todos os equipamentos utilizados, como a tirolesa, são devidamente higienizados antes e após o uso de cada turista.

O atrativo também aderiu às consultorias de biossegurança do programa Bonito Seguro. Quando a empresa consegue adotar todos os requisitos de biossegurança, ela recebe um selo de certificação, o qual, prova ao cliente que o estabelecimento está tomando todas as medidas de prevenção ao covid-19.

CONHEÇA AS CACHOEIRAS

Mulungu

Durante o percurso, o visitante vai encontrar várias cachoeiras, a primeira tem nome de planta típica do Cerrado e da Caatinga da América do Sul, Mulungu. Conhecida por possuir propriedades calmantes e medicinais, as flores vermelhas são usadas para fazer chá e combater ansiedade, depressão, reumatismo e até para quem quer parar de fumar.

Cachoeira de pequeno porte com várias piscinas naturais e hidromassagens perfeitas para banho. A profundidade varia de 1 a 2 metros. Deck de madeira e escada para descer até a água esverdeada e cristalina do Mimoso.

Cachoeira da Gruta

A segunda cachoeira está localizada no que chamamos de braço, do Rio Mimoso. Mais um charme exuberante. Uma piscina natural com profundidade de 2 metros, ótimo para nadar e fotografar. Leva o nome de Gruta pelas cavidades rochosas, antigas cachoeiras onde o rio teve sua mudança natural de fluxo. Na queda d’água, podemos observar o crescimento da cachoeira com folhas e galhos das árvores que pararam ali, e ajudaram no crescimento, de 2 a 3 milímetros por ano.  É possível nadar tranquilamente, não há pedras. Não é permitido subir ou escalar a cachoeira.

 

Cachoeira do Sol

A cachoeira do Sol ganhou este nome porque está localizada em um ponto onde pega sol o dia inteiro. É uma das cachoeiras mais altas da trilha, com aproximadamente 4 metros de altura e, na água, 7 metros de profundidade. Tem uma corda do deck que liga atrás da queda d’água.


No período da seca, a água chega a ficar extremamente cristalina. A incidência do raio do sol tem uma refração que reflete na cachoeira dando um visual lindo e diferente.

Cachoeira do Amor

A cachoeira do amor tem um encanto especial. É a mais alta da trilha. Tem esse nome por conta de um casal que se conheceu fazendo o passeio, namoraram e vieram casar na cachoeira. Com uma queda de 7 a 8 metros, na água profundidade de 1 a 2 metros onde podemos observar os peixes da região como Piraputangas, Curimbatás, Piauçus, Dourados e outros.


Cachoeira do Sinhozinho

Sinhozinho, conhecido como um grande curandeiro, fazia milagres por volta da década de 40, na região de Bonito. Curava doenças graves naquela época. Famílias tradicionais da cidade testemunharam esses milagres. Também foi chamado de São Francisco de Assis por curar doenças nos animais e, também, dizem que ovelhas e pássaros os seguiam. 

Sinhozinho foi perseguido por farmacêuticos da época e muitas vezes preso, mas sempre conseguia escapar misteriosamente. Até que foi morto, esquartejado. Cada parte do corpo dele teria sido jogada nos rios de Bonito.

Cachoeira da Figueira

A cachoeira da Figueira leva esse nome devido as centenas de Figueiras ao redor. As árvores têm frutos que servem de alimento para macacos, pássaros e peixes.


(Foto tirada antes da pandemia)

Essa cachoeira é a mais rasa entre todas, sendo a mais indicada para todas as idades.  Nas décadas de 1940 e 50, essa cachoeira era parada para carros de bois que passavam pela região sentido Miranda e Corumbá. Uma profundidade de meio a 1 metro de profundidade.

Cachoeiras do Salto

Para quem gosta de emoção e adrenalina, a “Cachoeira do Salto”, oferece uma plataforma para o visitante saltar na água, em uma altura de 7 metros. Só é liberado fazer o salto em pé, com os braços juntos ao corpo, numa profundidade de 5 metros.

Quem preferir pode apenas entrar na água e nadar até a cachoeira. Tem pedras que dão pé para fazer uma excelente massagem relaxante na queda d’água.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
IDB INFORMA: mesmo com a cidade lotada no último feriadão, casos de covid não aumentaram em Bonito
AMEAÇA
Homem deve pensão, acha ruim de mulher levar caso para justiça e ameaça vítima de morte, em Bonito
COVID-19
Bonito busca soluções para melhorar fiscalização na cidade
Encontro
Pelo segundo ano, Amazônia será tema de Bolsonaro em discurso na ONU
ECONOMIA
Atividade industrial de MS recupera mesmo patamar de produção anterior à Covid-19
Procurado pela polícia
Padrasto de menina baleada na boca fugiu de posto de saúde
Meteorologia
Previsão de temperaturas amenas nesta terça-feira, em Bonito
FESTIVAL BRASIL SABOR
BRASIL SABOR: Reúne mais de 40 estabelecimentos de Campo Grande, Dourados, Três Lagoas e Bonito
Morador de rua dormindo embaixo das tendas - Crédito: Ligado na Redação/Dourados News CORONAVÍRUS NO MS
Tenda instalada para auxílio durante a pandemia é usada de abrigo por morador de rua
FOGO NO PANTANAL
Fazendeiros serão autuados por crime ambiental no Pantanal