Menu
sexta, 3 de dezembro de 2021
Busca
BONITO ÁGUAS GREEN WEEK
AÇÕES DO GOVERNO DE MS

Governo propõe projeto de lei que cria programa estadual de incentivo à energia limpa

19 Nov 2021 - 16h01Por Marcelo Armôa, Semagro

O secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) encaminhou na tarde de quinta-feira (18) o Projeto de Lei 342/2021, do Governo do Estado, que cria o Programa Estadual de Incentivo ao Desenvolvimento de Fontes Renováveis e Energia Elétrica (MS Renovável).

O PL foi entregue em reunião com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Paulo Corrêa, o superintendente de Indústria, Comércio e Serviços, Bruno Bastos, a consultora legislativa do Governo, Ana Carolina Ali, e o coordenador de Incentivos Fiscais da Sefaz, Bruno Gonzaga.

A legislação que cria o MS Renovável já é uma das ações decorrentes do Plano Estadual MS Carbono Neutro – PROCLIMA, apresentado na COP 26, em Glasgow, na Escócia. O programa tem por objetivo estimular a implantação ou ampliação de sistemas geradores de energia em Mato Grosso do Sul, a partir de fontes renováveis, como eólica, termossolar, fotovoltaica, pequenas centrais hidrelétricas, biomassa, biogás, hidrogênio, entre outras fontes alternativas. Os beneficiados com o programa terão isenção tributária.

Conforme a proposta, ficam isentas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) “as operações com energia elétrica fornecida pela distribuidora à unidade consumidora, na quantidade correspondente à soma da energia elétrica injetada na rede de distribuição da mesma unidade consumidora com os créditos de energia ativa originados na própria unidade consumidora no mesmo mês, em meses anteriores ou em outra unidade consumidora do mesmo titular”.

“Hoje nós temos muitas pessoas fazendo geração distribuída”, comentou o secretário Jaime Verruck. “Já estabelecemos uma linha de financiamento própria para isso, mas um ponto fundamental é a questão da tributação. Então, estamos trazendo aqui a relação de paridade em termos tributários”, disse o titular da Semagro, explicando que a cada Megawatt (MW) gerado, o produtor de energia terá, como compensação, 1 MW sem tributação. O programa também dispensa o pagamento do ICMS em operações de importação e aquisição interestadual de máquinas e equipamentos a serem usados na produção de energia renovável.

“O que esperamos com isso? Uma expansão muito forte dos investimentos em energia solar, tornando nossa matriz ainda mais limpa”, afirmou o secretário. Ele disse ainda que essa demanda nasceu dos investidores do setor privado. A discussão teve participação da Assembleia Legislativa desde o início. Foi realizado estudo pelo governo, que resultou no projeto, que começa a tramitar na Assembleia Legislativa.

O deputado estadual Paulo Corrêa destacou a importância da proposta da criação do programa de incentivo à produção de energia limpa. “É importantíssimo. Isso vai possibilitar que os investidores tenham segurança jurídica. Quem for produzir energia limpa em Mato Grosso do Sul terá segurança jurídica”, enfatizou o parlamentar.

O projeto será apŕesentado em sessão ordinária da próxima semana e, depois, seguirá para análise da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR). Caso o parecer dessa comissão seja favorável, continua tramitando, com votações plenárias.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Foto: Sílvio de Andrade / Subcom BONITO CARBONO NEUTRO
Bonito nasce 100% carbono neutro em mais novo destino da GOL
Foto: Wagner Guimarães AÇÕES DEPUTADOS RENATO
Produtores defendem Índice do Leite em reunião de Frente Parlamentar na ALEMS
DETRAN AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Depois de reduzir tarifa de água, governo de MS derruba em 20% no valor das taxas do Detran
CPF na Nota divulga sorteados de novembro. Foto: Tero Queiroz SORTUDOS DO NOTA MS PREMIADA
BONITO, Miranda e Guia Lopes tem sortudo do Nota MS Premiada, prêmio total de R$ 300 mil
Foto: Edemir Rodrigues/Arquivo AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo do MS derruba em 20% valor das taxas do Detran e beneficia mais de 1,3 milhão de condutores
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo acaba com tarifa mínima e conta de água vai ficar mais barata
Marcelo Armôa, Semagro BONITO E MAIS 17 CIDADES
BONITO e mais 17 cidades tem R$ 200,4 milhões aprovados pelo FCO em novos empreendimentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Edital publicado: concurso do Ibama tem mais de 500 vagas com salários de até R$ 8,5 mil
SALÁRIOS BONITO - PAGAMENTOS
Prefeitura deposita salário de servidores municipais em Bonito
REFIS BONITO - REFIS
Com 90% e 80% de desconto para pagar dívidas municipais, REFIS vai até dezembro em Bonito