Menu
quinta, 28 de janeiro de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JANEIRO

Fundtur-MS lança o “Parada Legal” nas rodovias para Bonito, Corumbá e Campo Grande

18 Mai 2011 - 13h00Por Assessoria

A Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul-Fundtur-MS lança na próxima terça-feira (24), às 9hs, no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camilo, o programa “Parada Legal”. O programa tem o objetivo de melhorar e qualificar gratuitamente, os serviços em estabelecimentos que oferecem serviços de alimentos ao longo das rodovias do Estado. “Qualificação, Conforto e Segurança na Estrada”, este é o slogan do programa que está sendo desenvolvido nos pontos de paradas nas rodovias dos três destinos indutores: Campo Grande, Corumbá e Bonito.

Conforme a diretora-presidente da Fundação de Turismo, Nilde Brun, a Caixa Econômica e o Sinpetro (Sindicato do Comércio Varejista Combustíveis automotivos, lubrificantes e lojas de conveniência do Estado de Mato Grosso do Sul) são parceiros do projeto, e oferecerão linhas de crédito e apoio aos empreendimentos, expandindo assim a outros municípios o programa. “Com esse apoio outros vinte e um empreendimentos que não estão dentro do programa poderão aderir à qualificação oferecida”, disse. A diretora-presidente já visitou cinquenta estabelecimentos comerciais e 95% aderiram ao “Parada Legal”.

Segundo Nilde Brun serão promovidos: diagnósticos acerca da necessidade de qualificação nos pontos de parada nas rodovias federais e estaduais de Mato Grosso do Sul, com a utilização de questionários; seminários de sensibilização aos empresários, trabalhadores desses pontos e comunidade local, objetivando a apresentação do projeto, a otimização das ações e um maior engajamento dos colaboradores. “Vamos elaborar e executar um plano de ação para cada ponto de parada, promover qualificação dos empresários e trabalhadores com cursos de gestão, atendimento e segurança alimentar”, frisou Nilde.

Todo trabalho será desenvolvido por profissionais especializados, através de uma equipe técnica: nutricionista, engenheiro ambiental, administrador/economista e turismólogo.

O monitoramento e avaliação do programa são de responsabilidade da Fundação de Turismo, que vai acompanhar as fases de diagnóstico, sensibilização, plano de ação e capacitação. “Ao longo e no final do projeto faremos uma pesquisa para verificar a satisfação dos usuários quanto às mudanças ocorridas, buscaremos através do monitoramento orientar sobre a necessidade de adequações para um melhor atendimento ao turista”, afirma a diretora-presidente.



 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - VISITA ADIADA
Chuvas adia visita do governador em exercício em Bonito (MS)
BONITO - MS - VACINAÇÃO
Vacinação para idosos acima de 75 anos começa nesta quinta-feira (28), em Bonito
ACIDENTE FATAL
Carro é partido ao meio e uma pessoa morre em acidente em MS
BONITO - MS - A FILA VAI ANDA
Com 400 pacientes aguardando, corpo clínico do Darci Bigaton retoma cirurgias eletivas em Bonito
Serão beneficiadas 3,3 milhões de pessoas - Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil AUXÍLIO EMERGENCIAL
AINDA NÃO SACOU: Auxílio emergencial tem última parcela para saque hoje
MACABRO
Macabro: Bombeiros descobrem ossada de homem dentro de fossa em Maracaju
MS NA PANDEMIA
Pandemia não impede que MS tenha número recorde de novas empresas abertas em 2020
CORONAVÍRUS EM MS
Mato Grosso do Sul registra 582 novos casos de Covid e 9 óbitos nas últimas 24h
ACIDENTE NAS ESTRADAS
Incêndio derrete ônibus de viagem que trazia 40 pessoas para Campo Grande
TURISMO EM MS
Estudo para concessão de parques estaduais deve ser concluído no 1° semestre