Menu
quarta, 28 de outubro de 2020
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO

FGV vai elaborar plano de reestruturação da Assembléia Legislativa de MS

5 Abr 2011 - 17h44Por Midiamax

A Assembléia Legislativa está em negociações adiantadas com a Fundação Getúlio Vargas para que seja elaborado o plano de reestruturação do quadro funcional da Casa. O instituto é o mesmo que criou, em Mato Grosso do Sul, o plano de cargos e carreiras do Tribunal de Contas (TCE/MS), iniciado em 2009 e aprovado em março de 2010 (Lei 3.877).

A informação foi repassada pelo presidente do legislativo, Jerson Domingos, nesta terça-feira (5). A ideia é aproveitar o levantamento interno que a Assembleia já elaborou, a partir do trabalho desenvolvido pelo deputado e 1º secretário Paulo Corrêa.

Jerson fez mea culpa ao reconhecer que a Casa relegou a questão. "A Assembleia Legislativa nunca se preocupou em relação ao seu quadro funcional. As diferenças salariais são gritantes entre os nossos servidores e os dos demais poderes", disse. Questionado sobre a previsão de término da reforma, o presidente apenas disse que não será em curto prazo.

A reformulação completa da parte administrativa da Assembleia passa pela implantação do Plano de Demissão Voluntária (PDV), proposta que foi vislumbrada por Corrêa. Jerson, porém, disse ser contra a ideia.

"Quando foi implantado há 12 anos, via-se um problema social muito grande entre as famílias de servidores que pediram o PDV. Acharam que receberiam um valor relativamente alto, mas alguns não souberam fazer uso disso e depois ficaram impedidos de retornar".

O presidente acredita que o reordenamento de cargos e salários irá suplantar a necessidade de criar o PDV. Outra saída seria a realização de concurso público, com objetivo de melhorar a prestação de serviços pela Assembleia. Jerson estima que isto só deve ser colocado em prática a partir da conclusão dos trabalhos da FGV.

No Tribunal de Contas

A proposta do Plano de Cargos e Carreiras do TCE/MS foi discutida por mais de um ano e recebeu diversas sugestões dos conselheiros. As carreiras foram estruturadas em quatro classes. Um dos destaques é a Gratificação de Desempenho e Metas (GDM), paga aos servidores em cargos efetivos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Instituto de Desenvolvimento de Bonito
IDB INFORMA: Bonito soma 552 curados e cidade fecha mês sem óbitos por covid-19
Instituto de Desenvolvimento de Bonito
IDB realiza assembleia e apresenta novidades para o Turismo de Bonito
PRESO
Acusado de matar ator Rafael Miguel e os pais é preso no Paraná
CORONAVÍRUS EM MS
CORONAVÍRUS: Menino de 5 anos morre e é 1ª criança vítima da covid em MS
COVID-19
Bonito registra mais 1 novo caso de covid-19
PESQUISA PROCON/MS
DIA DE FINADOS: Procon apresenta variação de mais de 660% no preço das flores em MS
BORA PRA BONITO - MS
Faça agora sua reserva para o Passeio de Flutuação no Aquário Natural em Bonito (MS)
TENTATIVA DE HOMICÍDIO
Após discussão, homem é agredido com golpes de facão e fica em estado grave
Meta da ação é atingir 600 empresários, até o dia 30 de outubro BONITO - MS - BIOSSEGURANÇA SEBRAE
Com meta de atingir 600 empresários, começam orientações sobre medidas de biossegurança em Bonito
PRESENTE DE PAPAI NOEL
Reino Unido pode disponibilizar vacina contra Covid-19 antes do Natal