Menu
tera, 20 de abril de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JANEIRO

FGV: construção civil fica mais cara, puxada pela mão de obra

28 Mar 2011 - 16h28Por Agência Câmara

O Índice Nacional de Custo da Construção - Mercado (INCC-M), medido pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV), atingiu 0,44%, em março, resultado maior do que o de fevereiro (0,39%). Desde o começo do ano, o índice acumula alta de 1,21% e, nos últimos 12 meses, de 7,45%. O INCC é um dos subcomponentes do Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M).

As taxas subiram em índices superiores aos do mês anterior em quatro das sete capitais onde a pesquisa é realizada: Salvador, com 0,62% ante 0,41%; Brasília, com 0,15% ante 0,04%; Belo Horizonte, com 0,54% ante 0,31%; e Porto Alegre, com 1,02% ante 0,24%. Nas demais, as correções ocorreram com variações menores: São Paulo, com 0,34% ante 0,46%; Rio de Janeiro, com 0,35% ante 0,42%; e Recife com 0,33% ante 0,92%.

A taxa do setor da mão de obra aumentou na média em mais do que o dobro (de 0,12% para 0,27%) e acumula em 12 meses alta de 9,36%. Esse crescimento foi influenciado, principalmente, pelos reajustes salariais concedidos em duas localidades, Salvador e Porto Alegre.

Na capital gaúcha, os profissionais receberam adicionais previstos no acordo coletivo da categoria, que elevaram os ganhos na média em 1,30%. Na capital baiana, as correções tiveram variação média de 0,56%.

No segmento materiais, equipamentos e serviços, o índice perdeu força, passando de 0,65% para 0,60%. Nos últimos 12 meses, a variação alcançou 5,72%. O que mais tem encarecido são as instalações elétricas, embora tenham apresentado percentual menor do que em fevereiro (de 2,56% para 1,30%). Desde o começo do ano, esses serviços acumulam um aumento de 5,89% e, nos últimos 12 meses, de 18,29%.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRISTE REALIDADE
Dias após perder os pais, médica de 36 anos morre de Covid-19
INSS - CONFIRA
INSS: Trabalhador não pode mais se aposentar por tempo de contribuição
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Auxílio Emergencial: Veja como recorrer o benefício para ganhar até R$ 375
BONITO - MS - ATENDIMENTO PÓS-COVID
PÓS-COVID: Centro de Especialidades em Reabilitação atende pacientes em sua recuperação em Bonito
Ao menos sete variantes da covid-19 circulam em Campo Grande - Crédito: André de Abreu ALERTA PARA VARIANTE
Campo Grande possui ao menos sete variantes do coronavírus
PLANTÃO POLICIAL JARDIM - CASO DE POLÍCIA
Morador de Jardim é preso com R$ 5 milhões em crack e cocaína no Paraná
FOTO: AGEPEN AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Com o objetivo de padronizar as ações, Agepen institui o Projeto de Remição pela Leitura em presídio
BONITO - MS - VACINAÇÃO CONTRA COVID
Com sentimento de alívio e esperança, idosos com 61 anos e com comorbidades são imunizada em Bonito
DROGAS AÇÃO DO DOF
Traficante abandona F4000 com quase 4 toneladas de maconha em mata
BOMBEIROS DE LUTO
BOMBEIROS DE LUTO: Militar morre por complicações da Covid em MS