Menu
tera, 20 de abril de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JANEIRO

Fazendeiros acionam justiça para obterem reintegração de posse em Bonito

14 Mar 2011 - 16h04Por Campo Grande News

Os proprietários da fazenda Santa Clara, no município de Bonito, acionaram a justiça e a Polícia Federal para que seja feita a reintegração de posse da área, invadida por índios da etnia kadiweu no último sábado.

Hoje, apenas 15 índios continuam no local e não representam perigo, disse Nilton Pereira Vargas, proprietário da fazenda. Entre os indígenas, há um que se intitulou cacique da Aldeia Córrego do Ouro, que fica em Bodoquena.

O advogado do fazendeiro solicitou o revigoramento da decisão de manutenção de posse, concedida pela justiça em 2003.

“Há sete anos não tínhamos problemas, mas desde o ano passado que a situação voltou a ficar tensa. Em outubro do ano passado, eles entraram na fazenda, mataram gado para comer e reclamaram que a terra é deles”, conta Nilton.

O marco da área indígena foi feito há muitos anos em cima da Serra da Bodoquena, que divide os municípios de Bonito e Porto Murtinho. Os proprietários alegam que os indígenas reivindicam uma área em Bonito, mesmo residindo na aldeia ao pé da serra, dentro da área de Porto Murtinho.

“Ninguém subiu a serra para corrigir a marcação da área indígena. Mas esperamos que a Polícia Federal venha cumprir a ordem judicial”, declarou o fazendeiro.

A fazenda Santa Clara fica distante 65 quilômetros de Bonito. De acordo com os proprietários, cerca de dois mil índios moram na reserva, localizada a mil metros da serra.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TURISMO - DICAS ÁGUAS TURISMO
Você já tinha visto uma cachoeira dentro de uma cratera antes?, fica pertinho de Bonito (MS)
auxílio AUXÍLIO EMERGENCIAL
Auxílio emergencial 2021: Veja quem recebe HOJE
VÍDEO - DEU MEDO AÍ
VÍDEO: Ameaça de tornado é registrado e assusta moradores em MS
EDUCAÇÃO DE LUTO
EDUCAÇÃO DE LUTO: Professora de 54 anos morre em decorrência da Covid em MS
FUNTRAB BORA TRABALHAR
TEMOS VAGAS: Mais de 180 vagas estão disponíveis na Funtrab da capital nesta terça-feira
BONITO - MS - AÇÃO DA PMA
Mais um pecuarista é multado em R$ 36 mil por derrubada ilegal de diversas árvores em Bonito (MS)
TRISTE REALIDADE
Dias após perder os pais, médica de 36 anos morre de Covid-19
INSS - CONFIRA
INSS: Trabalhador não pode mais se aposentar por tempo de contribuição
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Auxílio Emergencial: Veja como recorrer o benefício para ganhar até R$ 375
BONITO - MS - ATENDIMENTO PÓS-COVID
PÓS-COVID: Centro de Especialidades em Reabilitação atende pacientes em sua recuperação em Bonito