Menu
domingo, 7 de junho de 2020
BANNER ANNA
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO

Congresso em Bonito abordará desigualdade e concentração de renda em MS

2 Set 2011 - 14h44Por MS Notícias

Desenvolvimento Regional e Desigualdades de Renda no Estado de Mato Grosso do Sul (2000 – 2005). Este é o título de um dos 14 artigos selecionados pela comissão organizadora do XIX Congresso Brasileiro de Economia (CBE). O Congresso será realizado de 7 a 9 de setembro no Centro de Convenções de Bonito e vai reunir especialistas da área econômica de todo o País, além de nomes internacionais.

O artigo, assinado pelos economistas Alexandre de Souza Corrêa, Fábio Henrique Paniágua Mendieta e Roberta Taciana Toldo de Oliveira aponta onde há maior desnível de renda no Estado, que tem sua economia historicamente baseada na agropecuária, mas que nos últimos anos registra crescimento de indústrias, principalmente das que beneficiam os produtos do campo, além do desenvolvimento do setor terciário, com comércio e serviços diversificados.

Dentes as microrregiões, a de Campo Grande é a que dá maior contribuição à formação de riqueza do Estado e também apresenta o maior número de habitantes: 874.205. Estão compreendidos os municípios de Jaraguari, Corguinho, Rio Negro, Rochedo, Sidrolândia,Terenos, Bandeirantes e a própria Capital.

Durante a pesquisa foi constatado que a microrregião de Cassilândia apresentou o maior desnível regional de renda. Esta microregião compreende os municípios de Cassilândia, Chapadão do Sul e Costa Rica, com uma população de 60.275 habitantes, segundo o último censo e uma área total de 13.223,357 km². A pesquisa apontou que, no período avaliado, o máximo da concentração de renda ocorreu o ano de 2003.

Para mensurar essa concentração de renda, os economistas usaram oo Coeficiente de Variação de Williamson (Vw). Nos anos de 2000, 2001 e 2005, o segundo maior índice foi apresentado pela microrregião de Três Lagoas, ou seja, o segundo maior desnível de renda entre as microrregiões. Além de Três Lagoas, estão nesta microrregião Água Clara, Brasilândia, Ribas do Rio Pardo e Santa Rita do Pardo, totalizando 156.176 habitantes e uma área total de 50.494,468 km².

O artigo também destaca que, exceto no ano de 2004, a microrregião de Aquidauana ocupou a terceira posição no ranking das microrregiões com maiores níveis de concentrações de renda, o que por sua vez, significa que esta foi a terceira microrregião com maior desnível de renda quanto às demais. Lá estão os municípios de Aquidauana, Anastácio, Dois Irmãos do Buriti e Miranda, que somam 105.446 habitantes e uma área de 27.730,94 km².

Também haverá um painel que vai abordar a questão em âmbito nacional. Julio Flávio Gameiro Miragaya e José Alves Filho estarão a frente do painel Unidade Nacional e Diversidade Regional - Desequilíbrio e Distribuição da Espacial da Renda no Brasil, no dia 8 de setembro, quinta-feira, das 16 horas às 17h30.

XIX CBE – O artigo será apresentado em detalhes durante o CBE, que tem uma programação intensa, com palestras e paineis sobre temas relevantes e atuais do cenário econômico local, nacional e mundial. Dentre as autoridades que já confirmaram presença no evento está o Ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante. O tema central do Congresso é “Desenvolvimento: Inovação, tecnologia e sustentabilidade”, o que significa ênfase à multidisciplinaridade, o seja, análises de vários setores envolvidos na cadeia econômica.

As inscrições para o Congresso devem ser feitas até sexta-feira, 02 de setembro. São limitadas e custam R$ 300,00 para os profissionais registrados nos Corecon de seus Estados, R$ 400 para outros profissionais. Estudantes que são filiados aos Corecon estaduais pagam R$ 50,00 e o investimento é de R$ 100,00 para estudantes de outras áreas. Informações e a grade completa sobre os palestrantes e temas no site oficial do evento, www.coreconms.org.br/cbe

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FOTOS: ÁGUAS TURISMO BONITO - MS - REABERTURA
Hotel Águas de Bonito é a integração total com a natureza, reabertura 1º de julho em Bonito (MS)
Dourados continua como a cidade com mais casos de Covid-19 em Mato Grosso do Sul - CORONAVÍRUS NO MS
Dourados bate novo recorde e se aproxima de 500 casos de coronavírus
NOVO DECRETO CORONAVÍRUS NO MS
Multa será de até R$ 1.466 reais para infectado com Covid-19 descumprir quarentena
Mato Grosso do Sul tem 19 óbitos por coronavírus e 1.418 confirmados CORONAVÍRUS NO MS
Acompanhe a evolução do coronavírus em MS que registrou 135 novos casos nas últimas 24h
Já são 34 pacientes recuperados e liberados do isolamento domiciliar, Veja o Boletim de Bonito (MS) BONITO - MS - NOTÍCIA BOA
Já são 34 pacientes recuperados e liberados do isolamento domiciliar, Veja o Boletim de Bonito (MS)
Ligado na Notícia / Foto: Sidnei Bronka ACIDENTE FATAL
Ultrapassagem pode ter causado acidente que matou duas pessoas
Imagem Ilustrativa - Crédito: Wesley Ortiz/Arquivo VOLTA ÀS AULAS NO MS
Governo ainda não tem previsão se vai voltar com aulas presenciais em MS
Agentes do Depen - Imagem Ilustrativa OPORTUNIDADE
Concurso federal com salário de até R$ 6 mil encerra inscrições nesta sexta-feira
IMAGEM: ÁGUAS TURISMO BONITO - MS - NOVO DECRETO
Novo Decreto é publicado, veja o que mudou e o que continua valendo desde 1º de junho em Bonito (MS)
Consulta para saber se o CPF foi usado para requerer o Auxílio Emergencial deve ser feita no site da Dataprev - Reprodução FIQUEM ATENTOS
Veja se o seu CPF foi usado e como denunciar a fraude