Menu
domingo, 9 de agosto de 2020
BANNER ANNA
Busca
ZAP INFORMÁTICA

Cientistas apresentam novas variedades de trigo para plantio em MS

19 Mar 2011 - 11h22Por Revista Fator

Mato Grosso do Sul, junto com São Paulo e os estados da região sul, receberá já para a próxima safra novas variedades de trigo desenvolvidas pelos pesquisadores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. O cultivo deve começar já em abril.

Utilizada pelos produtores do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, a BRS 208 é resistente às principais doenças do trigo, como a ferrugem da folha, as manchas foliares e os fungos. Apresenta qualidade industrial estável em diferentes ambientes e classifica-se como trigo Pão porque é voltada para produção da indústria panificadora.

A BRS Pardela é uma boa opção para a produção do tradicional pão francês devido ao alto teor de glúten, tenacidade e estabilidade de farinha. Também pode ser utilizada na fabricação de massa. A BRS Pardela apresenta boa resistência a fungos e à ferrugem da folha, moderada resistência à brusone e às manchas foliares. É indicada para áreas de alta fertilidade, onde pode apresentar bom rendimento de grãos.

Outra variedade indicada para a fabricação de pão francês é a BRS Tangará, que tem resistência a fungos e à ferrugem da folha e apresenta melhor rendimento em locais com temperaturas mais amenas. Outra opção de cultivo para os agricultores é a BRS Albatroz, da classe Pão e com excelente potencial produtivo, lançada no ano passado em parceria com a Fundação Meridional.

Para o estado de São Paulo, a cultivar mais indicada é a BRS 210, também desenvolvida pela Embrapa, que apresenta porte baixo e adapta-se bem tanto em sistema de cultivo de sequeiro quanto em condições irrigadas.

No Rio Grande do Sul, segundo maior produtor brasileiro de trigo, a cultivar da Embrapa mais plantada na última safra foi a BRS Guamirim. Essa variedade caracteriza-se pelo porte baixo e grande número de espigas por metro quadrado. Classificada como Trigo Pão, é indicada para panificação industrial e mesclas de farinha.

Também da classe Pão, a BRS Tarumã serve tanto para produção de grãos, quanto para forragem voltada à alimentação animal. Por conta disso, é indicada para a integração lavoura-pecuária, principalmente leiteira.

Lançada no ano passado, a BRS 327 apresenta várias características de interesse do produtor, como produtividade e sanidade. A cultivar é resistente às principais pragas e doenças da cultura, como manchas foliares e ferrugem da folha.

A BRS 296 apresenta ciclo precoce, excelente sanidade e estabilidade produtiva, sendo classificada como Trigo Pão. Tanto ela como as variedades BRS Guamirim, BRS Tarumã e BRS 327 são comercializadas pela Embrapa Transferência de Tecnologia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVÍRUS NO MS
Forças policiais e Saúde promovem blitz pelas ruas e comércios neste sábado em Bonito (MS)
PLANTÃO POLICIAL BONITO - MS - AÇÃO DA PMA
PMA autua jovem por incêndio em madeira, raízes e galhadas de árvores derrubadas em Bonito (MS)
Turismo seguro
Em Bonito: 112 pessoas já foram curadas da covid-19; prefeitura intensifica ações na cidade
ONÇA-PINTADA MORTA NA RODOVIA
JUDIAÇÃO: Onça-pintada de 70 kg morre atropelada na rodovia que liga Bodoquena a Miranda
VEM TODO MUNDO
Bonito MS, um destino de viagem imperdível pertinho de você!
COVID-19
MAIS SEIS: em 4 dias Bonito confirma 28 novos casos de covid-19
Executado
Jovem de 20 anos é executado com sete tiros e abandonado em estrada
Capotamento
Motorista dorme ao volante e carro capota várias vezes em barranco na MS-162
FATALIDADE
Batida entre moto e caminhonete mata duas pessoas na Capital
Instituto de Desenvolvimento de Bonito
IDB INFORMA: quer fazer várias atividades em um só lugar? Conheça o Eco Park Porto da Ilha