Menu
domingo, 25 de julho de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JUNHO

Cassinos americanos proíbem Google Glass

7 Jun 2013 - 16h01Por Info.Abril

Cassinos em diversos estados americanos proibiram os apostadores de usarem o Google Glass em seus estabelecimentos.

As comissões reguladoras de jogos de azar nos Estados Unidos afirmam que os aparelhos podem ser usados para trapaça durante jogos de cartas.

A Divisão de Jogos e Apostas do Estado de Nova Jersey publicou um comunicado ordenando que os 12 cassinos de Atlantic City expulsem qualquer frequentador que estiver usando o dispositivo. Restrições similares foram implantadas em cassinos de Las Vegas, Pensilvânia, Ohio e Connecticut.

De acordo com o comunicado, o Glass pode ser utilizado em um jogo de pôquer para filmar e transmitir as cartas na mão de um apostador para outra pessoa, constituindo a trapaça. Ainda de acordo com a norma, mesmo que o aparelho não seja usado para trapacear, a simples presença deles na mesa pode ferir a credibilidade do jogo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Foto: Mycchel Legnaghi - São Joaquim online FRIO INTENSO
Maior frio do ano? Temperaturas negativas, geada e até neve!
FOTO: NOTÍCIAS E CONCURSOS BOLSA FAMÍLIA 2021
Novo Bolsa Família de R$ 300 pode ser financiado; veja como
MACONHA BOI MACONHA
BOI MACONHA: Mais de 02 toneladas de maconha é apreendido em caminhão boiadeiro
HEMOSUL HEMOSUL
VAMOS DOAR: Hemosul Coordenador abre neste sábado das 7h às 17h para repor estoques de sangue
FRIO FRIO INTENSO
Frio chega com força e pode ser o mais intenso do século no Brasil
PANTERA EM AÇÃO BONITO - MS - VEREADO EM AÇÃO
Pantera destaca o atendimento ao pequeno produtor durante visita ao departamento em Bonito (MS)
BONITO - MS - A RETOMADA
Depois de um ano de desafios e restrições, turismo já dá sinais de retomada em Bonito (MS)
BONITO - PMA BONITO - NOVA SEDE PMA
PMA ganha terreno de 4.000 m² e terá nova Sede ampla com 630 metros quadrados em Bonito (MS)
VACINA CORONAVÍRUS EM MS
ALERTA: Não é momento de descuidar, taxa de contágio tem leve aumento em MS
CASO DE POLÍCIA
Ladrão causa curto-circuito ao furtar fios de um poste de energia em MS