Menu
domingo, 25 de julho de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JUNHO

Após derrota, Anderson se vê como "ser humano normal" após derrota

6 Set 2013 - 13h00

A derrota para Chris Weidman e a perda do cinturão dos médios do UFC ainda repercute no discurso de Anderson Silva. O brasileiro ficou sete anos sem perder, acumulou vitórias incontestáveis, porém o revés para o americano provou a todos que Anderson não é invencível.

"Fiquei sete anos sem perder, era uma coisa que as pessoas achavam que era impossível. Mas eu nunca falei que era impossível, sempre me coloquei como um ser humano normal. Posso falhar a qualquer momento, perder. E acho que isso foi bom, porque as pessoas vão me ver como um ser humano normal. Vou poder errar mais", disse Anderson em entrevista ao jornal Metro.

Em seu primeiro discurso depois da derrota para Weidman, o brasileiro disse que não queria uma revanche, mas logo mudou o tom e ressaltou a cláusula em seu contrato com o UFC. "Não iria fazer. Mas falei no ímpeto, naquele momento depois da luta. Só que assinei um contrato de dez lutas que tem uma cláusula que diz que, se eu perdesse o cinturão, automaticamente teria a revanche. E aí o Dana [White, presidente do UFC] veio falar comigo, e disse: “Se não quiser fazer, não tem problema, mas é um direito que você tem”. E eu vou fazer".

Agora, Anderson já se prepara para a revanche diante do americano, marcada para o dia 28 de dezembro. "Vou para o Japão e depois para a Tailândia. Mas ainda é muito cedo para falar disso [luta]. Como já faço isso há muitos anos, não estou muito preocupado agora. Vou começar os treinos intensivos ainda e fazer com que as coisas aconteçam de novo", disse.

Em entrevista para o jornal, Anderson ainda deu seu pitaco sobre o falastrão americano Chael Sonnen. Segundo o brasileiro, o rival é inteligente e sabe se promover.

"Minha opinião sobre o Sonnen é a seguinte: esse cara vai ser o novo presidente dos Estados Unidos (risos). Ele é malandro, político, consegue se promover. Ele não é um atleta que obtém grandes resultados, mas sabe se vender", disse Anderson, que descartou a possibilidade de subir de categoria caso perca a revanche para Weidman.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Foto: Mycchel Legnaghi - São Joaquim online FRIO INTENSO
Maior frio do ano? Temperaturas negativas, geada e até neve!
FOTO: NOTÍCIAS E CONCURSOS BOLSA FAMÍLIA 2021
Novo Bolsa Família de R$ 300 pode ser financiado; veja como
MACONHA BOI MACONHA
BOI MACONHA: Mais de 02 toneladas de maconha é apreendido em caminhão boiadeiro
HEMOSUL HEMOSUL
VAMOS DOAR: Hemosul Coordenador abre neste sábado das 7h às 17h para repor estoques de sangue
FRIO FRIO INTENSO
Frio chega com força e pode ser o mais intenso do século no Brasil
PANTERA EM AÇÃO BONITO - MS - VEREADO EM AÇÃO
Pantera destaca o atendimento ao pequeno produtor durante visita ao departamento em Bonito (MS)
BONITO - MS - A RETOMADA
Depois de um ano de desafios e restrições, turismo já dá sinais de retomada em Bonito (MS)
BONITO - PMA BONITO - NOVA SEDE PMA
PMA ganha terreno de 4.000 m² e terá nova Sede ampla com 630 metros quadrados em Bonito (MS)
VACINA CORONAVÍRUS EM MS
ALERTA: Não é momento de descuidar, taxa de contágio tem leve aumento em MS
CASO DE POLÍCIA
Ladrão causa curto-circuito ao furtar fios de um poste de energia em MS