Menu
tera, 25 de janeiro de 2022
Busca
VOO DAS GARÇAS
FIM DE ANO CHEGANDO

ALERTA: Mapeamento Genômico revela 26 linhagens de coronavírus e prevalência da P1 em MS

26 Nov 2021 - 08h09Por Rodson Lima, SES

Com a aproximação das comemorações de final de ano, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) faz um alerta para a população e lembra que a pandemia do coronovírus ainda não passou e que há a presença de variantes da Covid-19 em todas as regiões de Mato Grosso do Sul.

O Mapeamento Genômico realizado pela SES identificou 26 linhagens do SARS-CoV-2, sendo que a P1 e suas variantes são as mais prevalentes, correspondendo a 58,1% das amostras sequenciadas por laboratórios de referência nacional.

Segundo o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, apesar de Mato Grosso do Sul apresentar um cenário mais estável da Covid-19, a população precisa estar atenta quanto a eventuais contaminações pelo coronavírus. “Sabemos que estamos próximos das comemorações de final de ano. Então, vale lembrar que mesmo quem tomou a vacina pode ser contaminado pelo vírus. Então, é importante que as pessoas não esqueçam das medidas de biossegurança e faça o uso de máscaras, higienização das mãos e evite aglomerações. Caso, ainda não tomou vacina, que se vacine! Não podemos baixar a aguarda quanto a este virus”

Para o mapeamento genômico, o Laboratório Central de Saúde Pública de Mato Grosso do Sul (Lacen) enviou 963 amostras para sequenciamento nos laboratórios de referência da Fiocruz/RJ, Fiocruz/ AM e Instituto Adolfo Lutz/SP, sendo que 533 foram sequenciadas e mais 119 amostras foram sequenciadas pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, totalizando 652 amostras.

Além da P1, o levantamento também identificou a presença de outra variante, a Delta, conforme explica o diretor do Lacen/MS, Luiz Henrique Ferraz Demarchi. “Das amostras sequenciadas, a variante Delta corresponde a 14,7% dos casos. Ressaltamos todos os cuidados de prevenção, principalmente a vacinação, cuidados de higiene e distanciamento social são essenciais para a redução da transmissibilidade e controle da doença em nosso Estado”.

Variantes

O trabalho, denominado “mapeamento genômico de Mato Grosso do Sul” teve como objetivo conhecer as variantes que mais circulam no Estado e, com isso, subsidiar as autoridades sanitárias na adoção de práticas e ações de combate à Covid-19.

A predominância da variante P.1 tem as seguintes características: maior transmissibilidade, atinge a população mais jovem, apresenta uma evolução mais rápida da doença e maior gravidade da doença, além de diminuir a efetividade das vacinas.

Por isso, a importância nos cuidados de biossegurança e de tomar a vacina contra a Covid-19.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - HOSPITAL DO AMOR
Unidade móvel do Hospital do Amor já realizou mais de 240 atendimentos em Bonito
Andreza tinha fotos da profissão nas redes sociais - Crédito: Reprodução/Facebook ACIDENTE FATAL
Enfermeira morre após ambulância bater em caminhão parado em MS
BONITO - NOTA DE PESAR NOTA DE PESAR
Prefeitura divulga Nota de pesar pelo falecimento do professor Paulo Pasold em Bonito (MS)
Foto: Agência Brasil/Arquivo EM MS
SES autoriza vacinação em crianças a partir de 6 anos com Coronavac em MS
(Foto: Agência Brasil) SORTUDOS DE MS
Ganhadores de MS acertam a quina e levam prêmio de R$ 38 mil
H3N2 MORTE POR H3N2
Jardim registra primeira morte causada por H3N2
BONITO - ECOPONTO
BONITO ganha ecoponto exclusivo para descarte de lâmpadas queimadas
BONITO - HOSPITAL DO AMOR
Unidade móvel do Hospital do Amor já está fazendo atendimentos em Bonito
BONITO - CASTRAMÓVEL
Castramóvel abre 50 vagas para felinos machos em Bonito (MS)
VACINA VACINA PEDIÁTRICA
Mato Grosso do Sul recebe segundo lote com vacina pediátrica da Pfizer nesta terça-feira