Menu
domingo, 17 de janeiro de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JANEIRO
NOME NO REGISTRO CIVIL

Trans comemora troca de nome com inclusão na identidade 'se sentindo cidadã'

Assim como definiu o Supremo Tribunal Federal, naquela oportunidade, por unanimidade, ao reconhecer que pessoas trans podem alterar o nome e o sexo no registro civil

4 Dez 2020 - 11h56Por ROGÉRIO SANCHES / BONITO INFORMA

FÁTIMA DO SUL – O município de Fátima do Sul tem a primeira trans a incluir o nome social na identidade. Todo cidadão tem direito de escolher a forma como deseja ser chamado. Assim como definiu o Supremo Tribunal Federal, naquela oportunidade, por unanimidade, ao reconhecer que pessoas trans podem alterar o nome e o sexo no registro civil sem que se submetam a cirurgia.

Hallana procurou o Fátima News para falar da emoção de ser a primeira trans no município a conseguir esse feito “Como toda mulher trans, passei por um processo, por vezes doloroso, para formar a identidade de gênero que possuo e hoje estou muito feliz e bem resolvida com isto. Entretanto, faltava que a sociedade reconhecesse a nova identidade que assumi. Era extremamente constrangedor o uso de meu nome de registro, que não uso há anos, nos órgãos públicos e privados, me sentia constrangida e desrespeitada”, relatou ela.

Segundo Hallana, está se sentido respeitada, se sentindo como cidadã “Estou felicíssima, estou me sentindo respeitada, estou me sentindo cidadã, estou sentindo que a minha intimidade está sendo considerada, resumindo é uma felicidade que não cabe dentro de mim. Convoco todas as mulheres trans de Fátima do Sul a fazerem o mesmo, já que é um direito nosso, das mulheres trans, conquistado com tanta luta das mulheres trans do passado que lutaram contra tudo e contra todos, mas venceram. Dignidade já”, frisou Hallana.

Hallana destaca como uma grande vitória, o recebimento da sua identidade, e finalizou dizendo “Sou uma mulher trans e moro em Fátima do Sul. Hoje recebi a minha identidade com meu nome social, nome que amo, nome que escolhi pra mim, nome que marca o gênero feminino que escolhi ser, nome que me dá dignidade, nome que me dá respeito pela mulher que sou. Este documento tão simples e que ninguém dá muita importância, para mim é uma grande vitória, é uma conquista é o reconhecimento da sociedade que vivo que sou a mulher que escolhi ser”, finalizou ela.

Deixe seu Comentário

Leia Também

A reunião aconteceu durante a manhã de ontem (14.01), na Fundesporte. Foto: Divulgação. BONITO - MS - REIVINDICAÇÕES
Secretário pede reforma geral do Ginásio de Esportes e aquisição micro-ônibus para Bonito
BONITO - MS - ENTRETENIMENTO
Conexão Bonito com Luis Pires estreia nesta quinta-feira com transmissão pelo Facebook
Turistas desfrutam das cachoeiras com águas cristalinas: balneários recebem maior demanda em 2020 BONITO - MS - RETOMADA
RETOMADA: Com recorde de turistas, 145 mil visitaram Bonito (MS)
Eduardo e Ernando pintaram juntos o ponto de ônibus. (Foto: Arquivo Pessoal) BONITO - MS - CULTURA
Pai e filho transformam ponto de ônibus abandonado com pintura em Bonito (MS)
MS EM FOTOS
História de Mato Grosso do Sul é eternizada pelo olhar e lente de três fotógrafos
Genival Lacerda (Foto: Reprodução/Instagram) LUTO NO FORRÓ
Forró de luto, morre Genival Lacerda aos 89 anos por complicações da Covid-19
BORA PRA BONITO - MS
Vamos flutuar?, veja como reservar uma das atividades mais populares em Bonito (MS)
MEGA DA VIRADA
Mega da Virada 2020: Confira os números sorteados
RÉVEILLON E O CLIMA
Meteorologia prevê réveillon com instabilidade climática em MS com máxima de 33ºC em Bonito
Estância Mimosa Ecoturismo (Fotografando em Bonito) BONITO - MS - É O CENÁRIO
Fotógrafos utilizam as belezas naturais de Bonito (MS) como palco de projeto