Menu
sexta, 5 de maro de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JANEIRO
MORTE COM CYTOTEC

Polícia procura amiga de jovem morta após aborto com remédio do Paraguai

12 Dez 2016 - 09h09Por Midiamax

O prontuário médico de Aline Franco, de 26 anos, que foi atendida primeiro no hospital da cidade de Porto Murtinho distante 454 quilômetros de Campo Grande, será analisado pelo delegado que cuida do caso, Rodrigo Nunes.

“Depois de analisar o prontuário médico de Aline vou intimar os médicos para prestar depoimento e ainda vou pedir o prontuário quando ela passou por Jardim”, explicou Rodrigo Nunes. Ainda de acordo com o delegado a amiga, Simone Mareco, vai ser intimada a depor, “Ela ainda não foi encontrada”, disse.

Ainda de acordo com o delegado, Simone pode ser responsabilizada pelo aborto mal sucedido e pela compra do remédio Cytotec, que tem princípios abortivos em sua fórmula, ““É só atravessar o rio e você está no Paraguai. Fácil para comprar o remédio”, explicou Rodrigo.

O aborto

Aline Franco morreu na última terça-feira (6) depois fazer um aborto ilegal com a ajuda de uma amiga, na cidade de Porto Murtinho, distante 454 quilômetros de Campo Grande.

A mãe da jovem disse na delegacia que não sabia que a filha estaria grávida. Segundo ela, recebeu telefonema de uma amiga identificada como, Simone, dela afirmando que a moça teria passado mal e estava morta.

Segundo informações, depois do procedimento a jovem passou mal e foi levada para o hospital da cidade, mas omitiu do médico que teria feito um aborto e que estava passando mal por causa do calor.

Como o estado de saúde era muito crítico, ela foi encaminhada como vaga zero para o hospital Santa Casa de Campo Grande, mas na cidade de Jardim acabou morrendo dentro da ambulância. 

Exames

Após o velório de Aline dos Reis Franco, de 26 anos, ser interrompido para que o corpo fosse levado ao Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal), órgãos e fragmentos de órgãos da jovem foram retirados para serem examinados. Aline morreu após passar mal e conforme relato de uma amiga, estava grávida de 2 meses e teria tomado um remédio abortivo.

No Imol foi feito o exame necroscópico e foram retirados fragmentos dos pulmões, cérebro, fígado e coração da jovem para novos exames. O útero inteiro também será analisado, já que há suspeita que a vítima estivesse grávida e tenha ingerido Cytotec, um remédio abortivo de venda proibida no Brasil.

A princípio, o médico que constatou o óbito da jovem atestou insuficiência respiratória aguda e traumatismo cranioencefálico. Como a declaração de óbito foi feita em cartório, tanto o médico quando a tabeliã que assinou o documento devem ser ouvidos pela polícia. A mãe de Aline procurou a polícia após saber que ela teria morrido de TCE, mas não ver qualquer ferimento na cabeça da jovem.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - INFORME
ATENÇÃO: Balneário Municipal estará fechado na terça-feira (09) em período integral em Bonito
ALERTA AO CPF
Confira se o seu CPF foi usado de maneira IRREGULAR por desconhecidos
ENERGISA EM BONITO BONITO - MS - ENERGISA
Bonito recebe serviços e ações de melhoria na rede elétrica
FATALIDADE
FATALIDADE: Jovem de 22 anos é atingido por raio e morre em MS
Bodoquena BODOQUENA - PROCESSO SELETIVO
BODOQUENA: Prefeitura abre processo seletivo com salários de até R$ 3.686,38, veja o edital
DETRAN DIGITAL
Detran Digital: proprietários de veículos e condutores agora devem atualizar endereços pela internet
BONITO - MS - DOAÇÃO
Grupo GMAIS doa 03 carrinhos para auxiliar no transporte de materiais esportivos do CMU em Bonito
MIRANDA - AÇÃO DA PMA
PMA doa pescado apreendido para associação que cuida de idosos na cidade de Miranda
Sucuri de quase 8 metros é flagrada por motorista, em Paraíso das Águas (MS).  Foto: Ademir dos Santos Domingues DIA MUNDIAL DA VIDA SELVAGEM
De águia carregando macaco a cascavel em hospital veja os flagrantes que 'bombaram' na internet
ATENÇÃO BONITO
Cadastro do Tarifa Social para sorteio de geladeiras começam nesta sexta-feira em Bonito (MS)