Menu
quarta, 24 de fevereiro de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JANEIRO
TRABALHO ESCRAVO

Homens que viviam com porcos e galinhas são resgatados de fazenda

28 Abr 2017 - 09h34Por Campo Grande News

Ação do Ministério Público do Trabalho com o Ministério do Trabalho e Emprego e Polícia Militar Ambiental resgatou cinco homens em situação análoga à de trabalho escravo em uma fazenda localizada a 240 km de Corumbá, na região conhecida como Nabileque, na planície pantaneira.

O resgate dos trabalhadores ocorreu na terça-feira, 25, mas só foi divulgado pelo Ministério Público do Trabalho nesta quinta-feira, 27.

Contratados para a construção e reparo de cercas, os cinco homens viviam em barraco de madeira com piso de terra, dormiam em camas adaptadas em tábuas e tijolos, e dividiam o espaço com remédios para gado, sacos de sal, material de montaria, galinhas, porcos e insetos.

Segundo o MPT/MS, no alojamento não havia instalações sanitárias, os homens faziam suas necessidades fisiológicas no mato e tomavam banho com mangueira pendurada na parte externa do barraco. O preparo de alimentos era feito em fogão de lata improvisado no chão e as refeições realizadas sobre tocos.

Pelos relatos dos trabalhadores, eles estavam na fazenda desde março deste ano e trabalhavam em torno de dez horas por dia com intervalo curto para descanso e sem equipamentos de proteção.

“A água vinha de corixos (pequenos rios formados em épocas de chuva) e era utilizada para beber, cozinhar, lavar roupa e tomar banho. Estou há dias doente por beber dessa água”, contou Marciano Rodrigues de Barros, de 60 anos.

O preparo de alimentos dos cinco homens era feito em fogão de lata improvisado no chão e as refeições realizadas sobre tocos (Foto: MPT/MS/Divulgação)O preparo de alimentos dos cinco homens era feito em fogão de lata improvisado no chão e as refeições realizadas sobre tocos (Foto: MPT/MS/Divulgação)

Os trabalhadores foram retirados da fazenda por policiais e auditores, e levados para suas casas em Miranda. Eles haviam sido contratados para receber R$ 60 por dia, mas até o resgate não tinham recebido pagamento.

Na auditoria ficou apurado crédito de R$ 24 mil a título de verbas rescisórias, já deduzidos as contribuições previdenciárias e o recolhimento ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. A data do pagamento aos trabalhadores foi agendada para a próxima terça-feira, 2 de maio, na sede do Ministério Público do Trabalho, em Campo Grande.

Esta não é a primeira vez que uma fazenda do Pantanal de Mato Grosso do Sul protagoniza o resgate de trabalhadores em regime de escravidão. Em fevereiro deste ano, outros quatro homens foram também retirados de uma fazenda no Pantanal, um deles estava na propriedade havia 20 anos.

Também este ano, 11 pessoas foram resgatadas de duas fazendas no município de Bataguassu por trabalho escravo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Instituto de Desenvolvimento de Bonito
IDB INFORMA: Carol Nakamura e marido visitam Bonito e se encantam com as belezas da cidade
Rio Miranda percorre aproximadamente 490km - Álvaro Rezende RIO MIRANDA - ALERTA
Rio Miranda continua sob alerta e situação ainda é crítica em Mato Grosso do Sul
BORA PRA BONITO?
VEM PRA BONITO?: O melhor do verão acontece aqui e ainda mais com TARIFAS REDUZIDAS, confira
BONITO - DURANTE REUNIÃO
Protocolos que serão aplicados na reabertura da Gruta do Lago Azul são apresentados em Bonito
À esquerda, Patrícia Ribeiro (Diretora Executiva do Hospital Municipal de Naviraí), Josemar Tomazell COLAPSO NA SAÚDE
Com 100% Leitos ocupados, prefeitura de MS já admite a possibilidade de decidir por Lockdown
SEMEAGRO E CAIXA
Semagro firma convênio com a Caixa para orientar agricultores na contratação do Pronaf
CORONAVÍRUS NO MUNDO
Ainda pouco conhecida, síndrome rara pode atingir jovens e crianças com Covid-19
BONITO - MS - DESTAQUE NO ESPORTE
Bonitenses conquistam 6 medalhas no 1° Campeonato Estadual Centro Oeste de jiu-jitsu Summer Open
Tiro disparado por assaltantes acertou o vidro dianteiro do motorista - Crédito: André de Abreu VÍDEO - ASSISTA
VÍDEO: Câmeras registraram tentativa de assalto que terminou com major baleado
BONITO - MS - PASSAGEM AÉREA DE FAUNA
Para evitar atropelamento de animais, 'passagem' será feita em dois pontos na região de Bonito