Menu
sexta, 5 de maro de 2021
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO JANEIRO
BONITO - MS - INVESTIMENTOS

Governo inicia projeto para reformar pista do aeroporto de BONITO

Oito meses depois de intervir na concessão e retomar a administração do Aeroporto de Bonito

28 Abr 2017 - 09h44Por Campo Grande News

Oito meses depois de intervir na concessão e retomar a administração do Aeroporto de Bonito, a 250 km de Campo Grande, o Governo de Mato Grosso do Sul determinou a elaboração de projeto para restauração da pista de pouso, inaugurada em 2005.

Publicação no Diário Oficial de quarta-feira (26) especifica que, além da pista, de 2 mil metros de comprimento e 30 de largura, a reforma pretende ir além. O projeto deverá abranger pista de táxi e pátio para estacionamento de aeronaves.

De acordo com a diretoria executiva da Agesul (Agência Estadual de Empreendimentos), apesar de ser relativamente nova, a pista precisa de reforma. "Os aeroportos a cada 10 anos precisam de manutenção por desgaste natural de uso", além de atender a determinações da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), o que torna a readequação necessária, informa o órgão.

O projeto de referência será feito com recursos do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário do Estado de Mato Grosso do Sul), ao custo de R$ 32.870,00. A Egetra Engenharia está encarregada da elaboração.

Bonito é um destino turístico internacional, o que ressalta a importância do aeroporto regional (Foto: Divulgação)Bonito é um destino turístico internacional, o que ressalta a importância do aeroporto regional (Foto: Divulgação)

Investimentos – Atendendo solicitação da SAC (Secretaria de Aviação Civil), a maior parte dos recursos necessários foi disponibilizada através do Governo Federal, para a manutenção e execução dos serviços a serem realizados.

Em fevereiro, o governo chegou a anunciar R$ 5,5 milhões em investimentos em obras de recuperação estrutural no aeroporto de Bonito.

Do montante, R$ 3,9 milhões provém da SAC (Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República) e R$ 1,6 milhão é de contrapartida do Estado. Os valores serão aplicados no recapeamento da pista, na instalação de itens de segurança e ampliação da seção contra incêndio.

Segundo informações do governo, os R$ 5,5 milhões fazem parte de um pacote de R$ 40 milhões, que devem começar a ser liberados em 2018. Os valores também vão permitir dobrar a capacidade do pátio, concluir a segunda etapa do terminal de passageiros, realizar uma outra ampliação na seção contra incêndio, o que elevará a categoria do aeroporto.

A antiga concessionária, segundo o governo, deixou de realizar serviços de manutenção, gerando riscos (Foto: Divulgação)A antiga concessionária, segundo o governo, deixou de realizar serviços de manutenção, gerando riscos (Foto: Divulgação)

Intervenção – O aeroporto de Bonito era concedido à Dix Empreendimentos Ltda, que tinha o direito de explorar, administrar, operacionalizar e manter o aeródromo por 13 anos.

A intervenção administrativa no local surgiu após vários problemas serem constatados no aeródromo para que ele fosse colocado em pleno funcionamento. A responsabilidade pelo local foi para as mãos do Governo do Estado no dia 13 de setembro de 2016.

O argumento do Estado foi que obrigações contratuais não foram cumpridas e, desde então, as manutenções passaram a ser feitas para recuperar o local, com trabalho realizado por equipes da Seinfra (Secretaria Estadual de Infraestrutura) para garantir a operação de voos na cidade.

De pronto, foram feitas correções nos últimos 300 metros de pista onde foi constatada deterioração do piso, agravando o risco de acidentes. Os reparos emergenciais garantiram o não fechamento do aeroporto de Bonito, cidade turística que recebe voos das companhias Azul e Gol.

Na época, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) justificou que a decisão de intervir na concessão foi tomada pensando na segurança do Estado, já que havia o risco de perder os voos para o principal destino turístico regional.

A Dix Empreendimento, então responsável pela administração do aeroporto, questionou a decisão do governo e a classificou como "violenta e desrespeitosa". A empresa pede na Justiça, ressarcimento de R$ 2.464.445 investidos na construção do terminal, como indenização pelo prejuízo com movimento de passageiros abaixo das projeções do edital de licitação

Deixe seu Comentário

Leia Também

BORA TRABALHAR
CADASTRE SEU CURRÍCULO: "MS Contrata+" já tem mais de 18 mil currículos cadastrados
BONITO - MS - TURISMO A TODO VAPOR
Secretaria informa que todas as atividades turísticas estão em pleno funcionamento em Bonito (MS)
Crédito: Instagram ACIDENTE FATAL
Dono de casa noturna morre em batida de moto nas estradas de MS
CONFIRA A PREVISÃO
CONFIRA A PREVISÃO: Final de semana será de céu nublado e chuvas intensas
BONITO - MS - INFORME
ATENÇÃO: Balneário Municipal estará fechado na terça-feira (09) em período integral em Bonito
ALERTA AO CPF
Confira se o seu CPF foi usado de maneira IRREGULAR por desconhecidos
ENERGISA EM BONITO BONITO - MS - ENERGISA
Bonito recebe serviços e ações de melhoria na rede elétrica
FATALIDADE
FATALIDADE: Jovem de 22 anos é atingido por raio e morre em MS
Bodoquena BODOQUENA - PROCESSO SELETIVO
BODOQUENA: Prefeitura abre processo seletivo com salários de até R$ 3.686,38, veja o edital
DETRAN DIGITAL
Detran Digital: proprietários de veículos e condutores agora devem atualizar endereços pela internet