Menu
ASSOMASUL MAIO 2019
sexta, 24 de maio de 2019
ASSOMASUL MAIO 2019
Busca
ÁGUAS DE BONITO
POLÍTICA

‘Não pode faltar investigação’, diz Raquel Dodge no MPMS sobre pressão de políticos

PGR também defendeu que foro privilegiado seja mitigado e defenda mandato ao invés da pessoa

25 Abr 2019 - 08h11Por DA REDAÇÃO

PGR participa de evento no MPMS. Foto. Leonardo Franco.

 

A PGR (Procuradora-Geral da República) Raquel Dodge defendeu que a atuação do Ministério Público seja cada vez mais firme, segura e corajosa. “Não pode faltar investigação onde tiver indício de infração, seja civil ou criminal”, defendeu, ao ser questionada sobre a pressão da classe política, em evento no MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) na tarde de ontem (24).

Sobre críticas feitas à atuação “midiática” de promotores no Estado, a PGR disse que não comenta situações locais. Mas, ressaltou que as expressões contrárias fazem parte da democracia e não podem impedir o Ministério Público de continuar trabalhando para provar a culpa de quem tiver cometido ilícitos.

Foro privilegiado

Dodge também falou sobre o efeito do foro privilegiado nas investigações e lembrou que a posição do MP no País é no sentido de mitigar a aplicação do foro. Ela também elogiou a postura do STF (Supremo Tribunal Federal) ao adotar medidas para remeter à primeira instância o julgamento de casos criminais de modo a estabelecer o princípio da igualdade no Brasil.

“Haja foro privilegiado como uma forma de proteger o mandato, não a pessoa”, declarou. Para a PGR, crimes praticados fora da função ou antes dela devem ser processados do mesmo modo que em relação a qualquer pessoa por um juiz de primeira instância e por um promotor de Justiça.

Ela também ressaltou a celeridade de processos, detalhando que MP tem caminhado para uma boa duração em relação ao tempo de investigação e apresentação de recursos. Queremos todos, Ministério Público e sociedade, que nenhuma pessoa seja injustamente condenada”, disse.

A PGR participa no MPMS da posse solene do PGJ (Procurador-Geral de Justiça) Paulo Cézar dos Passos como presidente do CNPG (Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais do Ministério Público dos Estados e da União).

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - NA CÂMARA
Vereador convida população bonitense para a primeira votação do projeto jovem aprendiz nesta segunda
BONITO - MS - VALORIZANDO A ZONA RURAL
Valorizando a zona rural, prefeitura conclui reforma de ponte na fazenda Furna Dourada em Bonito
Bonito
12 produtores vão arcar com reparação de áreas para resolver turbidez de rio de Jardim e Bonito (MS)
CRISE NO BRASIL
Governo de MS só tem garantia de pagar salário em dia até junho
OPORTUNIDADE NO MS
Em MS, Prefeitura abre inscrições para contratação de auxiliares de enfermagem
BONITO - MS - OBRAS
Obras constrói novas sarjetas para escoamento de água das chuvas em Bonito (MS)
CONTRA A LAVA JATO
De MS, Beto, Bia e Vander votaram para tirar Coaf de Sérgio Moro
BONITO - MS - MAIS UM EMPOSSADO
Prefeito dá posse a motorista aprovado no concurso público em Bonito (MS)
BONITO - MS - VETO REJEITADO
Prefeito de Bonito tem a primeira derrota no legislativo em Bonito (MS)
OPORTUNIDADE
MS tem oito concursos abertos e salários de R$ 8,8 mil