Menu
KAGIVA
sexta, 14 de dezembro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
UNIPAR_PC
SEGURANÇA NO ESTADO

Juízes afirmam que morte de policial expõe insegurança de agentes em MS

8 Mar 2018 - 07h36Por DA REDAÇÃO

Em nota oficial divulgada na noite de ontem (7), os juízes de direito da comarca de Ponta Porã expressaram “profundo pesar” pelo assassinato do policial civil Wescley Dias Vasconcelos, ocorrido ontem naquela cidade de fronteira. No texto, denunciam a falta de segurança na região, fronteiriça ao Paraguai.

Wescley, conhecido como Baiano, foi fuzilado em frente à sua casa, dentro de um carro oficial da Polícia Civil. Ele foi atingido por pelo menos 30 disparos de fuzil calibre 7.62.

“Trata-se de mais uma demonstração da falta de segurança dos agentes do Estado atuantes na região de fronteira, os quais convivem diariamente com a falta de uma estrutura adequada para o exercício efetivo do combate ao crime organizado”, afirma a nota, assinada pelos juízes Adriano da Rosa Bastos, Eguiliell Ricardo da Silva, Marcelo Guimarães Marques, Tatiana Decarli e Sabrina Rocha Margarido João.

Segundo os magistrados, “mais uma vez resta evidente que a segurança pública é matéria a ser tratada com prioridade, não podendo ser admitido corte de verbas destinadas à manutenção e aperfeiçoamento dos órgãos colaboradores da Justiça”.

Na avaliação dos juízes, novamente a Polícia Civil de Ponta Porã fica desfalcada de um policial exemplar, que prestou relevantes serviços à jurisdição criminal da comarca. “Por derradeiro, externamos nossas sinceras condolências a familiares, amigos e colegas do investigador Wescley Dias Vasconcelos e, sobretudo, à instituição da Polícia Civil”.

O corpo de Wescley Vasconcelos foi velado até por volta de 11h em Ponta Porã e depois levado em um caminhão dos bombeiros até o aeroporto da cidade. Depois foi levado de avião para Brasília, onde moram seus familiares. Ele era casado e tinha um filho pequeno.

 

Corpo de policial foi velado em Ponta Porã e levado ainda de manhã, de avião, para Brasília (Foto: Divulgação)Corpo de policial foi velado em Ponta Porã e levado ainda de manhã, de avião, para Brasília (Foto: Divulgação)

Deixe seu Comentário

Leia Também

DUAS MORTES POR RAIOS NO MS
Tempestade surpreende e dois morrem atingidos por raios em MS
CÊ ACREDITA - E NÃO É FAKE
Mãe tenta vender virgindade da filha de 13 anos na Internet por quase R$ 100 mil reais
ITAPORÃ - TRAGÉDIA EM FAMÍLIA
CRIME EM ITAPORÃ: Neto matou avó com duas facadas nas costas
BONITO - MS - CASO JOÃO DE DEUS
Bonito (MS) recebeu 'João de Deus' em 2008 e promotoria se coloca a disposição para denúncias
ITAPORÃ - CRIME EM FAMÍLIA
Menor mata a própria avó a facadas em Itaporã
ATENÇÃO A TODOS
Jovem lutadora russa morre eletrocutada após queda de iPhone no banho
FATALIDADE EM CIDADE DO MS
Homem perde perna e braço após ser atropelado por trem em cidade do MS
BONITO - MS - MARIA DA PENHA
Populares seguram jovem querendo matar a ex-mulher com faca até PM chegar em bairro de Bonito (MS)
BONITO - MS - NA LISTA DO IBAMA
Bonito na lista, Ibama aplicou R$ 672 mil em multas a produtores por uso irregular de agrotóxicos
CASAMENTO COM EMOÇÃO
Casamento de Nicole Bahls tem polícia na igreja, convidados na delegacia e ladrão famoso descoberto