Menu
KAGIVA
quarta, 23 de janeiro de 2019
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
UNIPAR_PC
NA CAPITAL

Homens procuram a polícia e se dizem discriminados por serem heterossexuais

13 Fev 2018 - 13h42Por Correio do Estado

Dois homens, de 31 e 32 anos, procuraram a polícia depois de se sentirem discriminados em uma casa noturna LGBT em Campo Grande. Eles disseram que foram impedidos de entrar no local, na madrugada desta terça-feira (13), por serem heterossexuais.

De acordo com o boletim de ocorrência, os homens chegaram até a boate, localizada na Rua Marechal Rondon, e foram recebidos por dois seguranças.

Conforme os relatos, os funcionários, que controlavam uma lista de convidados, teriam dito que eles não poderiam entrar no estabelecimento porque eram heterossexuais.

Os homens se sentiram discriminados e foram até Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do centro, onde registraram boletim de ocorrência por constrangimento ilegal.

Por telefone, a reportagem tentou contato com os responsáveis pela boate para ter um posicionamento sobre o caso, mas até o fechamento da matéria não teve resposta. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Suspeito de 58 golpes, preso 'artista' volta a agir de dentro da cadeia
POLÍCIA
Em menos de uma semana PM apreende mais de uma tonelada de drogas e recupera 37 veículos
POLÍCIA
PM apreende mais de meia tonelada de maconha e recupera Civic furtado em Nioaque
MIRANDA - MS - AFOGAMENTO
'Prainha', local onde criança morreu afogada já estava interditada por risco de morte em Miranda
BONITO - MS - AÇÃO POLICIAL
Embaixo da ponte sobre o Rio Formoso, PM flagra homem e menores alcoolizados em Bonito (MS)
POLÍCIA
Brasil e Paraguai cercam traficantes em nova rota
FATALIDADE - ENCONTRADO
Encontrado corpo de criança que desapareceu no Rio Miranda
POLÍCIA
Três foragidos da Justiça são presos pela PM em Aquidauana
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
ACIDENTE FATAL
Em MS, Cinco pessoas morrem em grave acidente na BR-060