Menu
ASSOMASUL MARÇO
quarta, 24 de abril de 2019
mutantes
Busca
ITALÍNEA DOURADOS
MS - Agronegócio

Workshop sobre o futuro do biodiesel no MS acontece sexta

19 Jan 2012 - 09h00Por Correio do Estado

Nesta sexta-feira (11) no anfiteatro da unidade VII da UFMS acontece um workshop sobre o futuro do biodiesel no Mato Grosso do Sul. A programação começa às 7h30min para credenciamento e vai até 12h com cinco palestrantes.

Às 8h começa a palestra da pesquisadora Heloísa Mattana, reconhecida como uma das maiores conhecedoras sobre dados técnicos da produção de oleaginosas e irá falar essencialmente sobre o potencial do pinhão-manso e da bocaiúva para o Mato Grosso do Sul.

O workshop segue às 9h com professor Sergio Pacca, que é doutor em Meio-Ambiente e Sustentabilidade e vai falar sobre a interação do biodiesel com essas questões, assim como a necessidade pelo selo social e dissertar sobre o tão sonhado crédito de carbono.

O ex-diretor da Embrapa, pesquisador Décio Gazzoni, fala às 10h sobre caminhos para buscar o desenvolvimento sustentado e sustentável da produção de biodiesel, desde o plantio, passando pelo processamento químico – produção industrial, e terminando no consumo final.

A penúltima palestra, às 11h é com o Engenheiro Agrônomo João Pedro Cuthi Dias, conhecedor do mercado agrícola nacional, especialmente do Mato Grosso do Sul, onde reside, e vai falar sobre a situação atual de produção de biodiesel no Estado, das usinas instaladas e a serem instaladas, do potencial existente mas latente e do que efetivamente tem sido aproveitado até o momento.

Então, para encerrar, às 11h30min, o professor da UFMS Flavio Aristone, membro da ONG sobre desenvolvimento sustentável APREIS (www.apries.org), irá mostrar um plano piloto modelo para consórcio de produção de oleaginosas aplicável à pequenas propriedades rurais, que serve para recuperar áreas degradadas e também produzir óleo vegetal destinado à indústrias de biodiesel, formando um ciclo sustentável completo que busca a geração de trabalho e renda. Os resultados são bastante interessantes e mostram que o caminho correto a percorrer para conseguir fazer com que o pequeno produtor se torne membro efetivo da toda a cadeia de produção de biodiesel.

Programa nacional

O Programa Nacional do Biodiesel nasceu com a idéia de inserir o pequeno produtor rural na cadeia de produção do biodiesel, no entanto, passados 5 anos dessa primeira fase, até hoje a participação de pequenos produtores de forma ativa e mesmo passiva no total do biodiesel produzido no Brasil é praticamente nula.

Outro fato marcante, 85% do biodiesel hoje produzido provém de óleo de soja, 12% de sebo animal e somente 3% de outras oleaginosas.  Some-se a esses números a enorme quantidade de terra que pode ser considerada de pasto degradado no Brasil, somente em Mato Grosso do Sul algumas estimativas apontam para 10 milhões de hectares, e chega-se ao resultado final atual: o Programa Nacional de Biodiesel ainda não decolou como se previa, como é possível imaginar que deva acontecer.  


 

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
MS tem saldo acumulado de 10.570 empregos com carteira assinada gerados no ano
POLÍCIA
Polícia Civil participa de operação nacional para cumprir mandados de prisão contra foragidos
POLÍTICA
Lama Asfáltica: 3ª Vara nega novo pedido para que ação vá para a Justiça Eleitoral
LOTERIA
Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira o maior prêmio deste ano
CIDADES
Com rios entupidos por vegetação ribeirinhos do Pantanal de MS são levados para médico de helicópter
BONITO - MS - TRABALHO LEGISLATIVO
Confira o trabalho do seu vereador durante sessão ordinária da Câmara em Bonito (MS)
BONITO - MS - NA CÂMARA
Vereadores solicitam que antiga iluminação do CMU seja aproveitada em bairros de Bonito (MS)
EMPREGOS E CONCURSOS
Governo de MS divulga inscrições para pós-graduação em saúde pública
GERAL
Polícia Civil deflagra arrastão para capturar foragidos em MS
ESTELIONATO
Major morto em Bonito tem documentos falsificados e golpe pode chegar até R$ 50 mil por trio