Menu
mutantes
sexta, 19 de abril de 2019
ASSOMASUL MARÇO
Busca
ITALÍNEA DOURADOS
Trânsito

Vereador Nandinho quer mais estacionamentos na área central de Bonito

23 Mar 2011 - 16h00Por Boni Miranda / Bonito Informa

Em sessão ordinária da Câmara Municipal de Bonito realizada ontem, 3ª feira (22) o vereador Reginaldo dos Reis Nunes Rocha, o Nandinho dos Correios (PT), atual presidente, apresentou indicação solicitando à Prefeitura Municipal a construção de estacionamentos na área central da cidade.

De acordo com Nandinho a administração precisa levar em conta que o problema se torna mais grave a cada alta temporada. Ele sugere que a prefeitura utilize, entre outras, a rua Luis da Costa Leite, cuja calçada é grande – mais do que suficiente para o número de pedestres que por ela transita - e poderia ser rebaixada.

Entre os fatores que contribuem para aumentar o problema está o aumento, ano a ano do número de veículos; o aumento do número de turistas e a execução do projeto de revitalização da Pilad Rebuá, que aumentou o espaço para os pedestres e diminuiu o espaço para veículos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PUXÃO DE ORELHA NA PETROBRAS
Em áudio, Onyx diz que governo deu 'uma trava na Petrobras', caminhoneiros podem ficar sossegados
BONITO - MS - AÇÃO POLICIAL
Quatro menores é pego pela PM tentando assaltar com arma de brinquedo em Bonito (MS)
FERIADO
Sexta-feira Santa é o dia de celebrar a morte de Cristo
CIDADES
Imagens de satélite denunciam desmatamento durante Operação Semana Santa em Nioaque
POLÍCIA
Amigos param para consertar carro e encontram corpo de mulher na BR-262
BONITO - MS
Bonito – Serra da Bodoquena: a natureza surpreendente continua linda e precisa ser preservada sempre
PARCERIA
Indígenas do MS comemoram conquista do espaço no mercado de trabalho em lavouras de maçã de SC e RS
GERAL
Transporte intermunicipal permite levar cães e gatos, mas é preciso observar regras
POLÍCIA
Procurado por homicídio em MS morre em confronto com a polícia no Paraná
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Governador Reinaldo Azambuja levou acesso à saúde para dentro das aldeias de MS