Menu
KAGIVA
segunda, 10 de dezembro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

Vereador consegue na Justiça direito de gravar sessões da câmara

5 Abr 2011 - 16h57Por Campo Grande News

Eronivaldo da Silva Vasconcelos Júnior, vereador pelo PSDB em Fátima do Sul, município que fica a 246 quilômetros de Campo Grande, conseguiu na Justiça o aval para continuar a registrar e divulgar seus pronunciamentos na Casa de Leis.

Júnior é vereador no município desde 18 de dezembro de 2008 e desde então tem filmado seu trabalho em plenário e divulgado na internet. No entanto, para continuar fazendo os registros teve que recorrer à Justiça.

Tudo porque a presidente da Câmara, Maria Jorge Leite, a “Mariquinha”, proibiu que ele continuasse a filmar seus pronunciamentos a partir de 22 de março deste ano.

O vereador recorreu à Justiça e o juiz Bonifácio Hugo Rausch deferiu medida liminar permitindo as gravações, com a ressalva de que as filmagens não atrapalhem e nem impeça a ocorrência das sessões.

"...desse modo passamos uma transparência para a população, fornecendo mais informações de nosso mandato", disse o vereador sobre a decisão judicial.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADES NO MS
UFMS abre 74 vagas para professores substitutos com salário de até R$ 6 mil em 7 cidades do MS
VÍDEO - UFC - MARRETA
Assista ao nocaute de Thiago Marreta sobre Manuwa no UFC
DOURADOS - ASSALTO À IDOSA
Idosa é espancada, esfaqueada e vai parar na UTI após assalto em Dourados
AÇÕES DA G.M DE BONITO
Guarda Municipal de Bonito prende condutor embriagado em flagrante
AÇÕES DA GUARDA MUNICIPAL DE BONITO
Menores são presos por estarem destruindo o patrimônio público em Bonito
CONCURSOS
EDITAL da Polícia Militar abre 120 vagas com salário de R$ 5.769,42
TECNOLOGIA - ANDROIDS
Estes 22 apps detonam a bateria de milhões de Androids; veja a lista
BONITO - MS - NO JAPÃO - MMA
Bonitenses Sidy Rocha e a Edna Trakinas lutam neste domingo em Tokyo no Japão
BONITO - MS - AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Governador entrega na terça-feira mais de R$ 36 milhões em obras em Bonito (MS)
DOR E TRISTEZA
Gabrielly começou a ser agredida por colegas após presentear professora, diz família