Menu
BONITO_PREFEITURA_FEVEREIRO_2019
sbado, 16 de fevereiro de 2019
mutantes
Busca
ITALÍNEA DOURADOS

Vendas no comércio varejista crescem menos em Campo Grande

4 Out 2011 - 17h33Por Correio do Estado

As vendas do comércio varejista de Campo Grande tiveram crescimento moderado no mês de setembro em comparação a setembro de 2010, de acordo com dados divulgados hoje pelo Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG). O incremento médio nas vendas de setembro/11 foi de 5,46%.
Segundo o DEPE – Departamento de Estatística e Pesquisa da ACICG, a desaceleração das vendas no mês de setembro pode ser explicada pela base de comparação forte - em setembro de 2010, as vendas haviam crescido, em média, 9,47% em relação ao mesmo mês de 2009. 

Outro fator mencionado é a ausência de uma data comercial em setembro que pode ter desestimulado as compras da moda primavera/verão. "O mês de setembro é de entressafra, entre o Dia dos Pais, de agosto, e o Dia das Crianças, de outubro. É normal que as vendas caiam", afirmou o gerente do SCPC, Valdineir Ciro de Souza, gerente do SCPC em Campo Grande.

O economista Marcel Solimeo, do Instituto de Economia Gastão Vidigal, cita a crise como um dos motivos para a desaceleração das vendas em todo o País. “O noticiário sobre a crise internacional pode ter gerado alguma cautela maior que serviu para adiar, temporariamente, novas compras”, afirma Solimeo.

Inadimplência

A inadimplência começa a preocupar os lojistas em Campo Grande. Em setembro o índice que mede o atraso dos consumidores nos pagamentos mensais foi de 5,59% contra 2,36% registrado em agosto passado e contra 2,36% registrado em setembro de 2010. De acordo com Valdineir Ciro de Souza, "A inadimplência tem subido um pouco, mas ainda pode ser controlada. Estamos em nível mais alto que 2010, mas inferior ao de 2009."
O gerente do SCPC lembrou também que em novembro começa a Campanha de Recuperação de Crédito Nome Limpo, excelente oportunidade para que as empresas negociem com seus clientes inadimplentes.

“A campanha Nome Limpo vem em boa hora, tanto para os lojistas quanto para os consumidores. Todos terão oportunidade impar para negociar as dívidas e chegar a um denominador comum que atenda os interesses das partes”, completou Valdineir Ciro de Souza. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS - COLISÃO MATOU OS DOIS
Em Dourados, VÍDEO mostra colisão frontal entre motos que matou dois, assista
BONITO - MS - NOVO HORÁRIO
Com o fim do horário de verão Balneário tem novo horário de funcionamento em Bonito (MS)
BONITO - MS - REIVINDICAÇÃO
Meio Ambiente pede mais 10 policiais e 3 viaturas para PMA em Bonito (MS)
MARACAJU - SEGURANÇA
Em Maracaju, Operação Petra cumpre 18 mandados de busca e apreensão e prende três pessoas
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Na fronteira, Reinaldo entrega R$ 1,4 milhão em equipamentos agrícolas
POLÍCIA
Homem é preso em MS por estuprar crianças, filmar e divulgar vídeos
EMPREENDEDORISMO
Seleção oferecerá consultoria gratuita para 200 mulheres em MS
MEIO AMBIENTE
Em 15 dias, polícia ambiental capturou 8 cobras em residências de MS
POLÍCIA
Militares rodoviários são presos pelo Bope com dinheiro de propina em MS
GERAL
Campanha de fiscalização vai vistoriar quase dois mil veículos do sistema intermunicipal