Menu
KAGIVA
sexta, 14 de dezembro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
UNIPAR_PC

Uruguai, Argentina e Paraguai retomam voos aos poucos devido ao vulcão chileno

16 Jun 2011 - 09h13Por Agência Brasil

Os voos para o Uruguai, Paraguai e a Argentina estão se regularizando aos poucos, segundo os principais aeroportos desses países. Nos últimos dias, houve cancelamentos e adiamentos devido à nuvem de cinzas provocada pela erupção do Vulcão Puyehue, no Chile. As informações foram divulgadas pelo site do Aeroporto Internacional de Carrasco, a leste de Montevidéu.

De acordo com as companhias aéreas do Uruguai, Paraguai e da Argentina, os prejuízos atingiram cerca de US$ 2 milhões de dólares por dia. O diretor de Meteorologia e da Aeronáutica, Laura Vanoli, disse que o Uruguai está "fora de área afetada pela nuvem de cinzas."

"Estamos falando de uma melhora temporária, pelo menos até a manhã de quinta-feira [16] há indicações que não haverá problema", disse a especialista. Porém, ela advertiu que a nuvem pode partir e retornar.

No último dia 10, a nuvem de cinzas chegou ao Uruguai, levando ao cancelamento da maioria dos voos programados. O diretor de Operações do Aeroporto Internacional Silvio Pettirossi Paraguai, Victor Velázquez, afirmou que o ritmo normal vagarosamente está sendo retomado.

A responsável pela Direção Nacional de Aviação Civil (Dinac) da Argentina, Milcíades Fleitas, preferiu manter a cautela e não arriscar sobre a normalização dos voos. "O que pode acontecer nas próximas horas é imprevisível. Porém, a situação atual é de normalidade.”

Segundo Milcíades, os dois principais aeroportos da Argentina, Jorge Newbery (para os países que têm fronteiras com a Argentina) e Ezeiza (internacional), retomaram a normalidade. “Os voos começaram a voltar lentamente a partir de terça-feira [ontem] com a partida de três voos internacionais.”

Desde o último dia 4, quando o vulcão entrou em erupção, os voos destinados ao Chile, à Argentina, ao Paraguai e Uruguai sofreram alterações, sendo que em alguns dias a situação era mais grave do que em outros. O secretário-geral da Direção de Aeronáutica Civil do Chile, Pablo Ortega, disse que a nuvem de cinzas ou pluma do vulcão chileno está prestes a completar a volta ao mundo.

Em decorrência dos ventos, a nuvem de cinzas seguiu em direção à Austrália e à Nova Zelândia. Segundo especialistas, a tendência é elas deem uma volta ao mundo para depois retornar ao Chile. Pelo quarto dia consecutivo, há um caos aéreo na Austrália e na Nova Zelândia devido à nuvem.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - MEDIDAS TOMADAS
Governo de MS adota medidas de contenção de erosão para preservar os rios de Bonito
BONITO - MS - HOMENAGEADO
Gruta do Lago Azul era para dar tiro e fazer churrasco, conta guia pioneiro de Bonito (MS)
GOVERNO DO MS - CONQUISTA
Com 86% das metas cumpridas, Reinaldo se reúne com eleitos e traça projetos para 2019
BONITO - MS - RÉVEILLON 2019 -
Prefeitura divulga regulamento sobre as festividades do Réveillon 2019 em Bonito (MS)
CORPO ENCONTRADO EM RIO DE MS
Bombeiros localizam o corpo do homem que sumiu na pescaria em MS
BONITO - MS - NOVA DIRETORIA DA OAB
Nova diretoria da 23ª subseção da OAB de Bonito toma posse
RIO DA PRATA DE VOLTA
'Clareza' do Rio da Prata aparece e semana é marcada por audiência e clamor popular em Bonito (MS)
DUAS MORTES POR RAIOS NO MS
Tempestade surpreende e dois morrem atingidos por raios em MS
GOVERNO DO MS - EM 2019
No 2º mandato, Reinaldo vai doar metade do salário a entidades
BONITO - MS - TÁ NA CONTA
Prefeitura Municipal deposita 2ª parcela do 13º salário em Bonito (MS)