Menu
ITALÍNEA DOURADOS
tera, 18 de setembro de 2018
KAGIVA
Busca

TRT adota ações socioambientais para ajudar a reduzir gás carbônico no ar

28 Set 2011 - 17h46Por Vinícius Squinelo/Campo Grande News

A temática dos cuidados com o Meio Ambiente chegou também ao TRT/MS (Tribunal Regional do Trabalho), que vem implementando ações internas para mudar, pelo menos um pouco, o quadro ambiental.

Segunda-feira, a Comissão de Gestão e Educação Ambiental do TRT apresentou para a diretoria do Tribunal o projeto “TRT MS: Carbono Neutro”, de plantio de mudas de árvores, com objetivo de recuperar a degradação feita pelos combustíveis usados pelos veículos da instituição. “Vamos calcular o total gasto de gasolina, álcool e diesel em 2010, fazer uma relação e plantar árvores para recuperar os danos ao Meio Ambiente”, afirmou João Douglas Azevedo, secretário da Comissão.

O início do plantio está previsto para o próximo ano, com a possibilidade de mil mudas serem plantadas ainda neste ano, como fator simbólico da ação do Tribunal. O projeto será realizado de forma contínua, todos os anos o TRT/MS fará o cálculo de degradação feita pela queima do combustível e plantará as mudas de árvores.

“Vai ser criado um selo verde do TRT/MS, e essa e outras ações serão contínuas”, comentou Azevedo. As mudas, cedidas pela Águas Guariroba, serão plantadas na mata ciliar do Córrego Guariroba. Uma empresa será contratada para realizar o plantio e cuidar da árvore durante os primeiros três meses.

A preocupação com o Tribunal com o Meio Ambiente não é de hoje. Desde 2006, o TRT regional evita o uso de papel, fazendo uso de seus documentos de forma digitalizada. Por ano, é economizada uma média de 160 mil folhas, o que gera a preservação de 15 árvores.

Prédio: O novo prédio do TRT de MS, também passou por modificações propostas pela Comissão de Gestão Ambiental, como:

A iluminação, ventilação e incidência de sol foi distribuída com o intuito de um menor gasto com energia elétrica, diminuindo a utilização de ar condicionado e luz artificial;

Armazenagem das águas pluviais – chuvas – em reservatório, de tal forma que se aproveita para molhar grama e jardins, bem como a limpeza de áreas. O excesso de água pluvial sendo lançado junto ao lençol freático evitando o descarte em vias públicas e asfaltadas;

Descarga de banheiro com otimização;

Aparelhos de ar condicionado (sistema VRF) alimentados com líquido refrigerante. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEDULA ÓSSEA
MS tem 2° maior cadastro de doadores de medula
CRUELDADE - POLÍCIA
Por mãe estar sem o celular, ladrão dá facada em bebê de 3 meses
R$ 10 MILHÕES
Multa máxima à MSVia não ultrapassa 3,5% da receita anual
PREFEITURA EM MS - OPORTUNIDADES
Prefeitura abre concurso público com mais de 300 vagas e salários de até R$ 6 mil em MS
ELEIÇÕES 2018
TRE-MS recebe 108 denúncias de infrações no período eleitoral
ELEIÇÕES 2018 - CANDIDATO AO GOVERNO DO MS
MPF manda Polícia Federal investigar Odilon de Oliveira, denunciado por crimes na 3ª Vara Federal
TECNOLOGIA
Anatel começa domingo bloqueio de celular irregular em MS e mais 11 estados
POLÍTICA
MPF reforça alerta sobre prisão por compra de voto e boca de urna
ENTRETENIMENTO
Dupla de MS projeta jogo inspirado em desenhos dos anos 1980
POLÍTICA
'Violência se combate com inteligência', diz Meirelles em visita a MS