Menu
ITALÍNEA DOURADOS
domingo, 21 de outubro de 2018
KAGIVA
Busca

TRFs da 3ª Região desencalham 108 mil processos antigos

27 Set 2011 - 14h33Por Assessoria do CNJ

O mutirão do programa Judiciário em Dia, do Tribunal Regional Federal da 3ª Região — que inclui as seções de São Paulo e Mato Grosso do Sul — encerrou os trabalhos na última quarta-feira (21/9) contabilizando 88 mil processos solucionados. Com esse resultado, praticamente se eliminou o estoque de processos antigos em tramitação na segunda instância. Somando aos 20 mil processos liquidados pelo TRF da 1ª Região, ao todo 108 mil processos foram resolvidos por meio do programa.

Implantado pelo Conselho Nacional de Justiça em parceria com o Conselho da Justiça Federal, o programa Judiciário em Dia visa o julgamento de processos antigos a fim de acelerar a tramitação das demandas judiciais e, assim, aumentar a eficiência dos serviços judiciários prestados à sociedade. Um dos processos julgados foi distribuído originalmente em 1984 e ficou parado por 14 anos só na primeira instância.

A corregedora Nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon, credita o sucesso do projeto à boa gestão dos processos e pessoas. “Além de julgar, também trouxemos uma forma de gerir processos, com metas, arquivos e critérios”, afirmou a ministra, durante encerramento do mutirão.

O mutirão do programa Judiciário em Dia foi criado pela Corregedoria Nacional de Justiça para acelerar os julgamentos na Justiça Federal. A força-tarefa tem o objetivo de agilizar a resolução de causas registradas no TRF da 1ª Região, que compreende as seções judiciárias do Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Piauí, Rondônia, Roraima e Tocantins, bem como o TRF da 3ª Região.

Cada mutirão tem a duração mínima de seis meses, podendo ser prorrogado de acordo com a necessidade de cada TRF. Durante os trabalhos, desembargadores, juízes federais e servidores mobilizaram-se para julgar os processos antigos. A iniciativa também conta com a boa vontade dos demandantes da Justiça. No TRF-3, por exemplo, a Advocacia-Geral da União desistiu de 23% das ações e o INSS enviou servidores próprios para dar suporte às audiências.

Deixe seu Comentário

Leia Também

RIO BRILHANTE - ACIDENTE FATAL
Caminhonete invade pista, bate em motocicleta e mata casal em Rio Brilhante
AÇÕES DO GOVENO DO MS
Governo de Reinaldo Azambuja interliga por estradas o Pantanal secularmente isolado
IBOPE NO MS - PESQUISA
IBOPE em Mato Grosso do Sul, votos válidos: Azambuja, 53%; Odilon, 47%
BONITO - MS - AÇÕES MEIO AMBIENTE
SEMA distribui frutas produzidas no Viveiro de Mudas Nativas de Bonito (MS)
BONITO - MS - REFORMA
Prefeitura reforma instalações do Programa Bolsa Família que atende 650 beneficiários em Bonito (MS)
ELEIÇÕES 2018 - FÁBRICA DE FAKE NEWS
Polícia e Justiça 'explodem' fábrica de fake news de coordenador de Odilon
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS DO MS
Empresário e filho de 1 ano que morreram em acidente, retornavam de Bonito (MS)
BONITO - MS - ESPORTE -
Bonito (MS) recebe estadual de beach tennis neste fim de semana
TIRO ACIDENTAL
Pai foge após matar filho de 10 anos com tiro acidental no ouvido em cidade do MS
BONITO - JARDIM - BODOQUENA E BELA VISTA
BONITO e mais 3 cidades recebem auxilio da Agesul na recuperação de estradas devido as chuvas