Menu
ITALÍNEA DOURADOS
quinta, 16 de agosto de 2018
KAGIVA
Busca
CHEGA DE GREVE

Trabalhadores aceitam proposta e encerram greve nos Correios

7 Out 2017 - 05h55Por DA REDAÇÃO

Os trabalhadores dos Correios decidiram ontem (6) aceitar a proposta de acordo coletivo apresentada pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) e, com isso, encerrar a greve da categoria iniciada em 19 de setembro.

De acordo com o secretário-geral da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) José Rivaldo da Silva, os trabalhadores retornam ao trabalho na próxima segunda-feira (9).

Até o início da noite de hoje, dos 31 sindicatos filiados à Fentect, 25 votaram pela aprovação da proposta de acordo formulada pelo TST.

Apresentada na última quarta-feira (4), a proposta prevê reajuste de 2,07% nos salários e benefícios, retroativo ao mês de agosto deste ano, manutenção das cláusulas sociais, compensação de 64 horas (oito dias) e desconto dos demais dias de ausência, além da manutenção das cláusulas já existentes no acordo firmado no ano passado.

A Cláusula 28 do acordo firmado no ano passado, que trata do plano de saúde, continua sendo mediada pelo TST.

“Valeu a luta da classe trabalhadora”, afirmou José Rivaldo. “O saldo geral da paralisação é extremamente positivo. Entramos em greve no último dia 19 com uma proposta dos Correios que retirava grandes direitos conquistados há mais de 30 anos e, com a greve, começaram a vir propostas. Não perdemos nenhum direito, e vale a pena lutar para manter os Correios como estatal”, disse o secretário-geral da Fentect à Agência Brasil.

Para reduzir os impactos da paralisação, os Correios adotaram o Plano de Continuidade de Negócios, com deslocamento de empregados entre as unidades e o pagamento de horas extras.

De acordo com os Correios, neste fim de semana, será realizado um mutirão com expectativa de entregar aproximadamente 5 milhões de cartas e encomendas.

NO ESTADO

Os Correios em Mato Grosso do Sul avaliavam que 15% do efetivo no Estado estava parado. Eram 1.252 empregados que permaneciam trabalhando, enquanto 220 tinham aderido à greve, segundo a estatal.

O Sindicato dos Trabalhadores nos Correios, Telégrafos e Similares de Mato Grosso do Sul (Sintect-MS) divulgou que havia greve em 42 municípios.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADES
Concursos públicos oferecem 338 vagas com salários de até R$ 12,3 mil
OPORTUNIDADES
Inscrições para vagas com salários de até R$ 3,7 mil se enceram dia 24
CIDADES
Bolsa Família começa a pagar benefício com reajuste
MS
Operação da PF prende suspeitos de golpes via aplicativos de mensagens
POLÍTICA
Cartórios querem revisão dos valores cobrados pelos serviços em MS
GERAL
Inscrições abertas para voluntários músicos no CBMMS
CULTURA
Inscrições para oficinas gratuitas no Centro Cultural começam dia 17 de julho
TRÁFICO
PRF apreende maconha e crack que seriam levados de MS até SP por R$ 7 mil
LOTERIA
Prêmio principal da Mega-Sena acumula mais uma vez
JUSTIÇA
MP investiga site que vende CPF, endereço e outros dados pessoais