Menu
KAGIVA
quarta, 23 de janeiro de 2019
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
UNIPAR_PC

Tesouro americano prepara plano de calote

28 Jul 2011 - 17h24Por Folha.com

O Tesouro dos Estados Unidos disse nesta quinta-feira que irá divulgar informações sobre como o governo vai determinar que contas pagará se o Congresso não chegar a um acordo para elevar o teto da dívida até 2 de agosto.

 O Departamento disse que irá divulgar nos próximos dias detalhes sobre quais pagamentos são prioritários sobre outros. E acrescentou que, na segunda-feira, um dia antes do prazo final, vai realizar normalmente seu leilão de títulos com vencimento em três e seis meses.

O leilão deve vender US$ 87 bilhões em títulos e dinheiro será usado para liquidar a maior parte dos títulos públicos que vencem em 4 de agosto, no total de US$ 100 bilhões. A operação, segundo o Tesouro, não vai estourar o limite da meta de endividamento.

O teto da dívida americana, de US$ 14,3 trilhões, foi alcançado em maio, mas o governo dos Estados Unidos tem usado manobras para garantir as operações. Mas para essas brechas se encerra na próxima terça-feira, quando o governo ficará sem caixa para pagar todas as contas e a dívida.

O presidente democrata Barack Obama e os congressistas republicanos estão em um impasse sobre o teto da dívida e os planos para reduzir o deficit público americano nos próximos 10 anos. As discussões estão sendo conduzidas concomitantemente.

Atualmente, o Tesouro americano precisa tomar emprestado US$ 125 bilhões para fechar as contas todos os meses. Isso além dos US$ 500 bilhões de dívidas que vencem e precisam ser refinanciadas no mesmo período.

OTIMISMO

A Casa Branca afirmou nesta quinta-feira que continua otimista quanto à possibilidade de alcançar um compromisso com os congressistas sobre o aumento do limite da dívida pública federal, com o objetivo de evitar que o país se declare em default (suspensão de pagamentos).

"Continuamos acreditando e estamos otimistas que o Congresso manterá a razão (...) e que alcançará um compromisso", afirmou o porta-voz Jay Carney aos jornalistas.

"Nosso objetivo primeiro é proteger a economia e proteger os americanos dos danos econômicos", disse. "Se todos tivermos esse objetivo em mente, o compromisso será fácil."

IMPASSE

Democratas e republicanos estão em um impasse sobre o limite do país da dívida. Sem um acordo até dia 2 de agosto, o governo dos EUA corre o risco de ficar inadimplente em algumas das suas obrigações relacionadas à dívida, porque deve ultrapassar o teto de US$ 14,3 trilhões.

Negociações entre o presidente americano, Barack Obama, e o líder da Casa dos Representantes (Câmara dos Deputados), o republicano John Boehner, ainda não conseguiram romper o impasse a respeito do tema.

Analistas afirmam que o calote da dívida americana poderia provocar um salto da taxa de juros nos EUA e potencialmente ameaçar a recuperação econômica mundial.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EM MS
Lutador tem liberdade negada e Justiça marca 1ª audiência de madrasta que pisoteou bebê até a morte
AGENDA
Carreta da Justiça atende moradores de Paraíso das Águas até sexta-feira
POLÍCIA
Suspeito de 58 golpes, preso 'artista' volta a agir de dentro da cadeia
POLÍCIA
Em menos de uma semana PM apreende mais de uma tonelada de drogas e recupera 37 veículos
ENTRETENIMENTO
BBB19: Vanderson sai da casa para prestar depoimento e é desclassificado
ECONOMIA
Trocar ar-condicionado por ventilador rende economia de até 20% na conta
POLÍCIA
PM apreende mais de meia tonelada de maconha e recupera Civic furtado em Nioaque
EMPREGOS E CONCURSOS
Publicada relação de profissionais cadastrados para a função de professor temporário
CIDADES
Morre o ator Caio Junqueira, uma semana após acidente de carro no Aterro
BONITO - MS
Passeios em Bonito são finalistas de prêmio internacional de sustentabilidade