Menu
ITALÍNEA DOURADOS
tera, 13 de novembro de 2018
KAGIVA
Busca

Tesouro americano prepara plano de calote

28 Jul 2011 - 17h24Por Folha.com

O Tesouro dos Estados Unidos disse nesta quinta-feira que irá divulgar informações sobre como o governo vai determinar que contas pagará se o Congresso não chegar a um acordo para elevar o teto da dívida até 2 de agosto.

 O Departamento disse que irá divulgar nos próximos dias detalhes sobre quais pagamentos são prioritários sobre outros. E acrescentou que, na segunda-feira, um dia antes do prazo final, vai realizar normalmente seu leilão de títulos com vencimento em três e seis meses.

O leilão deve vender US$ 87 bilhões em títulos e dinheiro será usado para liquidar a maior parte dos títulos públicos que vencem em 4 de agosto, no total de US$ 100 bilhões. A operação, segundo o Tesouro, não vai estourar o limite da meta de endividamento.

O teto da dívida americana, de US$ 14,3 trilhões, foi alcançado em maio, mas o governo dos Estados Unidos tem usado manobras para garantir as operações. Mas para essas brechas se encerra na próxima terça-feira, quando o governo ficará sem caixa para pagar todas as contas e a dívida.

O presidente democrata Barack Obama e os congressistas republicanos estão em um impasse sobre o teto da dívida e os planos para reduzir o deficit público americano nos próximos 10 anos. As discussões estão sendo conduzidas concomitantemente.

Atualmente, o Tesouro americano precisa tomar emprestado US$ 125 bilhões para fechar as contas todos os meses. Isso além dos US$ 500 bilhões de dívidas que vencem e precisam ser refinanciadas no mesmo período.

OTIMISMO

A Casa Branca afirmou nesta quinta-feira que continua otimista quanto à possibilidade de alcançar um compromisso com os congressistas sobre o aumento do limite da dívida pública federal, com o objetivo de evitar que o país se declare em default (suspensão de pagamentos).

"Continuamos acreditando e estamos otimistas que o Congresso manterá a razão (...) e que alcançará um compromisso", afirmou o porta-voz Jay Carney aos jornalistas.

"Nosso objetivo primeiro é proteger a economia e proteger os americanos dos danos econômicos", disse. "Se todos tivermos esse objetivo em mente, o compromisso será fácil."

IMPASSE

Democratas e republicanos estão em um impasse sobre o limite do país da dívida. Sem um acordo até dia 2 de agosto, o governo dos EUA corre o risco de ficar inadimplente em algumas das suas obrigações relacionadas à dívida, porque deve ultrapassar o teto de US$ 14,3 trilhões.

Negociações entre o presidente americano, Barack Obama, e o líder da Casa dos Representantes (Câmara dos Deputados), o republicano John Boehner, ainda não conseguiram romper o impasse a respeito do tema.

Analistas afirmam que o calote da dívida americana poderia provocar um salto da taxa de juros nos EUA e potencialmente ameaçar a recuperação econômica mundial.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - PONTO FACULTATIVO
Prefeitura terá ponto facultativo nesta sexta-feira (16) em Bonito (MS)
CIDADES
Após 10 anos, mulher ganha direito de ter sobrenome de 2 mães já falecidas
ALERTA
Imunização contra febre amarela deve ser feita de forma antecipada
OPERAÇÕES DA PF NO ESTADO
De quarta a domingo, PRF reforça fiscalização nas rodovias do Estado
EDUCAÇÃO
MS terá Centro Nacional de Mídias para implantação do Novo Ensino Médio
CIDADES
Vencedores do XIII Prêmio de Gestão Pública serão conhecidos no dia 19
ECONOMIA
Bandeira tarifária de energia é amarela em novembro
BONITO - MS - BALNEÁRIO MUNICIPAL
Prefeitura renova permanência de quiosques no Balneário Municipal em Bonito (MS)
CIDADES
Advogada que defenderia traficante Jarvis Pavão é executada em cidade paraguaia na fronteira com MS
CIDADES
Briga por carrinho de compras em supermercado termina com homem perfurado por chave de carro em MS