Menu
mutantes
quarta, 24 de abril de 2019
ASSOMASUL MARÇO
Busca
ITALÍNEA DOURADOS
MS - Política

Superintendente do DNIT-MS Marcelo Miranda é destituído do cargo por irregularidades

Em Mato Grosso do Sul, o órgão tem pelo menos seis obras consideradas irregulares pelo TCU, inclusive com uma delas considerada ‘grave’.

2 Jan 2012 - 15h10Por Midiamax
O superintendente do DNIT-MS (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes de Mato Grosso do Sul) Marcelo Miranda foi destituído do cargo nesta segunda-feira (2) pelo Ministro dos Transportes Paulo Sérgio Passos, conforme publicação do Diário Oficial da União. 
 
Em Mato Grosso do Sul, o órgão tem pelo menos seis obras consideradas irregulares pelo Tribunal de Contas da União, inclusive com uma delas considerada ‘grave’. 
 
A decisão é parte do acolhimento de parte do relatório final da Comissão de Processo Administrativo Disciplinar. Guilherme Alcântara de Carvalho também foi destituído do cargo comissionado e Carlos Roberto Milhorim foi demitido.
 
A portaria n° 353, de dezembro de 2011, determina o encaminhamento dos autos ao DNIT para o cumprimento das penalidades, que deve ser feito ainda hoje. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
MS tem saldo acumulado de 10.570 empregos com carteira assinada gerados no ano
POLÍCIA
Polícia Civil participa de operação nacional para cumprir mandados de prisão contra foragidos
POLÍTICA
Lama Asfáltica: 3ª Vara nega novo pedido para que ação vá para a Justiça Eleitoral
LOTERIA
Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira o maior prêmio deste ano
CIDADES
Com rios entupidos por vegetação ribeirinhos do Pantanal de MS são levados para médico de helicópter
BONITO - MS - TRABALHO LEGISLATIVO
Confira o trabalho do seu vereador durante sessão ordinária da Câmara em Bonito (MS)
BONITO - MS - NA CÂMARA
Vereadores solicitam que antiga iluminação do CMU seja aproveitada em bairros de Bonito (MS)
EMPREGOS E CONCURSOS
Governo de MS divulga inscrições para pós-graduação em saúde pública
GERAL
Polícia Civil deflagra arrastão para capturar foragidos em MS
ESTELIONATO
Major morto em Bonito tem documentos falsificados e golpe pode chegar até R$ 50 mil por trio