Menu
ITALÍNEA DOURADOS
quinta, 20 de setembro de 2018
KAGIVA
Busca
MS - Política

Superintendente do DNIT-MS Marcelo Miranda é destituído do cargo por irregularidades

Em Mato Grosso do Sul, o órgão tem pelo menos seis obras consideradas irregulares pelo TCU, inclusive com uma delas considerada ‘grave’.

2 Jan 2012 - 15h10Por Midiamax
O superintendente do DNIT-MS (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes de Mato Grosso do Sul) Marcelo Miranda foi destituído do cargo nesta segunda-feira (2) pelo Ministro dos Transportes Paulo Sérgio Passos, conforme publicação do Diário Oficial da União. 
 
Em Mato Grosso do Sul, o órgão tem pelo menos seis obras consideradas irregulares pelo Tribunal de Contas da União, inclusive com uma delas considerada ‘grave’. 
 
A decisão é parte do acolhimento de parte do relatório final da Comissão de Processo Administrativo Disciplinar. Guilherme Alcântara de Carvalho também foi destituído do cargo comissionado e Carlos Roberto Milhorim foi demitido.
 
A portaria n° 353, de dezembro de 2011, determina o encaminhamento dos autos ao DNIT para o cumprimento das penalidades, que deve ser feito ainda hoje. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TURISMO
9º MATURISHOW será de 20 a 23 de setembro em Bonito
DOURADOS - DESUMANIDADE
Após acidente, pessoas ignoram vítima fatal e roubam carga de abacaxi em Dourados
BABADO DOS FAMOSOS
Anitta recebe ameaças ao seguir amiga nas redes sociais que vota em Jair Bolsonaro
BONITO - MS - FOTOS SESSÃO DA CÂMARA
Confira as fotos da sessão da Câmara desta terça-feira em Bonito (MS)
SEGUNDO O IBGE
Falhas no saneamento causam surtos de doenças em 26 cidades de MS
GOVERNO DO ESTADO DO MS
Governo de MS abrirá 10 concursos públicos para PM e Bombeiro
CIDADES
Fotógrafo que perdeu voo por atraso guarda registros há 44 anos da maior tragédia aérea de MS
TECNOLOGIA
Instagram lança botão para compras de usuários pelo stories da rede social
POLÍTICA
Com renúncias e mudanças, disputa eleitoral em MS envolve 509 candidatos
CIDADES
Polícia prende quadrilha que roubava caminhões e levava para o Paraguai