Menu
ITALÍNEA DOURADOS
quinta, 16 de agosto de 2018
KAGIVA
Busca

Sueco é preso por tentar criar fissão nuclear no fogão de casa

4 Ago 2011 - 08h17Por Folha.com

A polícia prendeu um sueco pela tentativa de quebrar átomos na cozinha de sua casa, praticamente uma bomba atômica caseira. Os experimentos, disse ele nesta quarta-feira, eram apenas um hobby.

Richard Handl, 31, mantinha elementos radioativos, como rádio, amerício e urânio no edifício onde morava.

Handl explicou que, durante meses, tentou construir um reator nuclear. Em seu blog, ele descrevia como havia criado uma pequena fissão dentro de um fogão.

Só mais tarde o sueco se deu conta que suas tentativas poderiam ser ilegais. Ao questionar o órgão máximo de energia nuclear na Suécia, recebeu como resposta uma denúncia à polícia.

"Sempre fui interessado em física e química", comentou Handl. Ele acrescentou que queria ver ser era realmente possível dividir átomos em casa.

O sueco pode pegar até dois anos na prisão, embora afirme que a polícia não detectou níveis perigosos de radiação no apartamento.

Preso no fim do mês de julho, ele reconheceu que seu projeto não foi uma das melhores ideias. "De agora em diante, vou ficar com a teoria", disse.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Com fim da hegemonia da TV, internet pode ser decisiva nestas eleições
POLÍTICA
TSE registra mais de 23 mil candidatos às eleições de outubro
BONITO - MS - ATENÇÃO MÃES
Dia 'D' contra poliomielite e sarampo será neste sábado em Bonito (MS)
MEIO AMBIENTE - JARDIM E BONITO
A condenação do rio da Prata, essencial para a biodiversidade em Jardim e Bonito (MS)
LOTERIA
Sul-mato-grossense ganha R$ 1 milhão na loteria da Caixa
STOCK CAR 2018
Bons retrospecto em MS anima pilotos da Cavaleiro Sports
CASO DE POLÍCIA
Boliviana denuncia estupro de criança de 8 anos em fazenda no Pantanal
CIDADES
Na contramão do nacional, MS registra queda na mortalidade materna
POLÍTICA
Para eleitores, 2º turno a presidente será entre Bolsonaro e Alckmin
POLÍTICA
Aprovado projeto que proíbe pedófilos de concorrer em concurso estaduais