Menu
mutantes
tera, 19 de maro de 2019
mutantes
Busca
ITALÍNEA DOURADOS

Site para traição é lançado no Brasil

13 Jul 2011 - 16h15Por Folha.com

Mais uma modalidade da traição globalizada foi lançada na segunda-feira (11) no Brasil. O site Ohhtel, que tem sua base nos EUA, começou a oferecer seus serviços com.br.

Apesar do nome, é só um espaço virtual. Os encontros físicos são por conta e risco dos usuários -gente interessada em pular a cerca sem chamuscar o casamento.

A promessa é achar amantes discretos para clientes cadastrados. A justificativa sociológica é que a aventura é alternativa ao divórcio, desde que o outro não descubra. Teoricamente, o serviço é seguro. Mas, como diz Laís Ranna, vice-presidente do site no Brasil, "garantias são sempre muito vagas na internet".

Formada em artes cênicas, a paranaense Ranna, 31, conta que antes do Ohhtel trabalhou em uma rede social que ajuda mulheres a encontrar homens ricos. Uma coisa levou a outra.

A executiva veio ao Brasil para lançar o site, mas deu esta entrevista ao jornal Folha de São Paulo por telefone, quando estava na Califórnia, onde vive com o marido francês.

Folha - Por que escolher o Brasil para um site de traição?

Lais Ranna - Em 2010, o site americano recebeu 3.000 e-mails do Brasil perguntando quando seria lançado no país. A empresa pesquisou e descobriu que tem 15 milhões de brasileiros vivendo em casamento sem sexo.

Como chegaram ao número?

Foram feitas entrevistas por telefone com 2.500 pessoas casadas, e 19,2% tinham menos de uma relação sexual por mês. Transferimos a porcentagem para o total de pessoas casadas ou em união estável, segundo o Censo, e chegamos a 15 milhões.

De quem é a pesquisa?

É interna, não divulgamos quem fez. O objetivo foi fazer uma projeção do negócio.

Quanto a empresa fatura?

Não posso dizer. A empresa só tem dois anos e já conta com milhões de dólares.

Infidelidade é bom negócio?

É. Se não fosse, a gente não estaria se expandindo.

E para o usuário?

É uma opção ao divórcio. Se a pessoa está em um casamento de longo prazo e o parceiro perdeu o interesse sexual, ela tem três escolhas: continuar casada numa vida de castidade; um divórcio, dividindo filhos, bens etc. ou procurar sexo em outro lugar. É aí que a gente entra, oferecendo uma maneira mais discreta e segura.

Por que é mais segura?

Ninguém tem acesso às informações pessoais. Quem entra tem que concordar com termos de condições do site.

O que garante que vão cumprir esses termos?

Quando se trata de internet as garantias são sempre muito vagas. Mas a pessoa tem opção de colocar sua foto de forma privada, só vê quem tiver sua permissão. E o nome do site não aparece na fatura do cartão. Temos a opção de pagar em dinheiro, não deixa rastro. E a pessoa não precisa colocar o seu nome para se inscrever. Tem que por idade e sexo, basicamente isso. A gente propõe que a pessoa use um apelido e aconselha a não usar e-mail pessoal, mas criar um e-mail só para isso.

A empresa faz alguma seleção antes de aceitar o cadastro?

Mulheres se cadastram gratuitamente, homens têm que pagar uma taxa. Não podem entrar em contato com as mulheres se não tiverem esse engajamento pessoal.

Engajamento pessoal?

É. Essa tarifinha inicial [R$ 60]. Para mulheres é 100% grátis. Isso porque elas precisam de vínculo afetivo e podem construir isso no site.

Mas o texto de divulgação do seu site diz que o seu diferencial é exatamente reunir pessoas que querem ter casos sem criar vínculos.

O que queremos dizer com isso é não criar vínculo com pessoas que estão no mesmo meio social.

Por que os interessados em se cadastrar confiariam no site?

O nosso slogan é ser uma empresa segura. A ética de nossa equipe é muito grande.

Quais os valores éticos do site?

Nosso ponto principal é a fidelidade...

O quê?

Quer dizer, a privacidade.

Você é capaz de trair?

Eu trairia meu marido para continuar casada com ele.

Seu marido te perdoaria?

Eu conto com isso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEIO AMBIENTE
Polícia Militar Ambiental de MS completa 32 anos e comemora o fim dos “coureiros”
SAÚDE
Saúde confirma quarta morte por dengue este ano em MS
SABORES
Na concorrência com Tastmade, amigas criam página com receitas para MS
LOTERIA
Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio acumulado de R$ 33 milhões
CIDADES
Município de MS que homenageia herói da Retirada da Laguna completa 81 anos
TURISMO
Sete destinos para se aventurar em Bodoquena no feriadão de abril
BONITO - MS
Prefeitura distribui 400 jogos de carteiras e novos uniformes em Bonito
SAÚDE E ALIMENTAÇÃO
Insônia, falta de ar e angústia: conheça os sintomas da intoxicação causada pelo café
EDUCAÇÃO
Enem 2018: espelhos da redação estão disponíveis para candidatos; veja correção
POLÍCIA
Garoto é investigado em MS após dizer que atiradores de Suzano deviam ter matado policiais