Menu
BANNER GOV
quarta, 24 de julho de 2019
BONITO CÂMARA JULHO 2019
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO

Sexo oral causa mais câncer de garganta que cigarro e bebida, diz pesquisa

13 Jul 2011 - 10h04Por Jornal do Brasil

O tabaco, substância presente no cigarro, e o consumo de bebidas alcoólicas sempre foram apontados como um dos principais fatores para desenvolvimento de câncer na região da garganta. Pois agora cientistas afirmam que o sexo oral ocupa o topo da lista entre os comportamentos de risco.

Pesquisa realizada pela Universidade do Estado de Ohio, nos Estados Unidos, descobriu que o vírus HPV atualmente é a principal causa da doença em pessoas com menos de 50 anos. O papiloma vírus humano pode provocar lesões de pele ou em mucosas. Existem mais de 200 variações com menores e maiores graus de perigo. Um deles é o causador de verrugas no colo do útero, consideradas lesões pré-cancerosas.

Homens com mais de 50 anos costumavam ser as principais vítimas do câncer de garganta. Principalmente aqueles com histórico de fumo e consumo de bebida alcoólica. Mas o problema tem crescido em faixas etárias mais baixas, e dobrou nos últimos 20 anos nos Estados Unidos em homens com menos de 50 anos devido ao vírus.

Outros países como Inglaterra e Suécia também identificaram aumento da doença devido ao HPV. Na Suécia, apenas 25% dos casos tinham relação com o vírus na década de 1970 e, agora, o índice chega a 90%, de acordo com uma das pesquisadoras, a professora Maura Gillison.

Segundo ela, alguém infectado com o tipo de vírus associado ao câncer de garganta tem 14 vezes mais chances de desenvolver a doença. "O fator de risco aumenta de acordo com o número de parceiros sexuais e especialmente com aqueles com quem se praticou sexo oral", afirmou a pesquisadora.

Os resultados do levantamento vão ao encontro de outros já feitos sobre o mesmo tema, como o realizado pela Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Realizado no ano passado, o estudo apontou que pessoas que tiveram mais do que seis parceiros com quem praticaram sexo oral tinham nove vezes mais chances de desenvolver câncer de garganta. Nos que já haviam tido algum tipo de infecção provocada pelo HPV, o risco subia para 32 vezes.

Os médicos que realizaram o levantamento sugeriram que homens também sejam vacinados contra o vírus, como é recomendado para as mulheres. Em países como Inglaterra, meninas de 12 e 13 anos recebem a vacina contra HPV e, segundo dados, previne até 90% dos casos de infecções.

No Brasil, há dois tipos de vacinas disponíveis, contra os tipos mais comuns de câncer do colo do útero, mas o governo alerta que não há evidência suficiente da eficácia da vacina, o que só poderá ser observado depois de décadas de acompanhamento. O governo também recomenda a prática de sexo seguro como a melhor maneira de se prevenir.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FESTIVAL DE INVERNO DE BONITO (MS)
BONITO: Apresentações musicais no 'Palco das Águas' serão gratuitas, CONFIRA PROGRAMAÇÃO
BONITO - MS - MAIS 4 EMPOSSADOS
Em Bonito (MS), Prefeito dá posse a mais 4 candidatos aprovados no concurso, VEJA FOTOS
OPORTUNIDADE NO MS
Em MS, Prefeitura lança concurso para 90 vagas com salários de até R$ 9,8 mil
BONITO - MS - PMA EM AÇÃO
PMA autua em R$ 30 mil arrendatário rural por exploração ilegal de vegetação nativa em Bonito (MS)
BONITO - MS - FIB 2019
BONITO: Oficina de jogos teatrais resgata brincadeiras tradicionais em assentamentos e distritos
BONITO - MS - FIB 2019
Escola Durvalina Dornelles Teixeira recebe o Pré-Festival nesta quarta-feira em Bonito (MS)
EM CIDADE DO MS
Em MS, Homem morre com queimaduras causadas por explosão enquanto fazia bife na chapa
FEMINICÍDIO NO MS
Sessão tortura: namorado tranca jovem em quarto e a espanca com socos e chutes em MS
FAMOSIDADE
Com costelas e dedo quebrados, Henrique Fogaça pega pneumonia
FESTIVAL DE INVERNO NO ÁGUAS DO MIRANDA
Alunos do Águas do Miranda pintam telas em Workshop de Estêncil Graffiti para o Festival em Bonito