Menu
ITALÍNEA DOURADOS
sbado, 20 de outubro de 2018
KAGIVA
Busca

Sexo e drogas envolvem morte de policial militar em Dourados

9 Mai 2011 - 11h43Por Campo Grande News

O policial federal Leonardo de Lima Pacheco, de 35 anos, baleado neste domingo em Dourados, é suspeito de ser o assassino do policial militar Sandro Alves Morel, 36 anos e de ter atirado contra outro PM, José Pereira de Souza, 29 anos, que também ficou ferido. Sandro morreu ao ser atingido por cinco no peito e um no pescoço.

De acordo com as informações apuradas pelo site Dourados News, a confusão teria começado quando Leonardo fez uma proposta à uma guarda municipal, por meio do programa de mensagens na internet, conhecido como MSN.

Ele é acusado de propor sexo em troca de drogas à mulher, sem saber que conversava com uma servidora da segurança municipal.

A jovem acionou a Policia Militar, por meio do Ciops (Centro Integrado e Operações), que repassou as informações para o serviço de inteligência da PM.

Na tarde deste domingo, os policiais Sandro e José, acompanhados pela guarda municipal, foram até o apartamento do policial federal, no residencial Indaiá, como combinado, para fazer o flagrante da entrega da droga.

Leonardo permitiu a entrada da guarda municipal e do policial Sandro, que se identificou como militar. O policial federal teria então recuado alguns passos e sacado o revólver, efetuou seis tiros contra o policial que morreu no local.

 

Após os tiros, o policial José percebeu a situação entrou no apartamento e atirou contra Leonardo, que foi ferido na barriga, mas mesmo assim conseguiu revidar e acertar o PM com tiro na perna.

O tiroteio ocorreu em residencial de classe média do Jardim Flórida e assustou os moradores que foram para frente do prédio acompanhar o trabalho da Polícia.

Segundo o site do jornal O Progresso, dois computadores foram apreendido, um na casa do agente federal e outro da servidora do Município. Leonardo de Lima Pacheco é da PF desde 2008. A guarda municipal envolvida no caso também é membro da diretoria da associação da Guarda Municipal de Dourados.

O agente federal está internado no hospital Santa Rita de Dourados, sob custódia da Polícia Civil e deverá ser autuado em flagrante por homicídio e tentativa de homicídio.

O caso está sendo acompanhado pelo comandante de Dourados, coronel José César de Souza Arar, pelo delegado da Polícia Federal de Dourados, Bráulio Galoni e pelos delegados da Polícia Civil de Dourados Sandro Márcio Pereira e João Alves de Queiroz.

Deixe seu Comentário

Leia Também

IBOPE NO MS - PESQUISA
IBOPE em Mato Grosso do Sul, votos válidos: Azambuja, 53%; Odilon, 47%
BONITO - MS - AÇÕES MEIO AMBIENTE
SEMA distribui frutas produzidas no Viveiro de Mudas Nativas de Bonito (MS)
BONITO - MS - REFORMA
Prefeitura reforma instalações do Programa Bolsa Família que atende 650 beneficiários em Bonito (MS)
ELEIÇÕES 2018 - FÁBRICA DE FAKE NEWS
Polícia e Justiça 'explodem' fábrica de fake news de coordenador de Odilon
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS DO MS
Empresário e filho de 1 ano que morreram em acidente, retornavam de Bonito (MS)
BONITO - MS - ESPORTE -
Bonito (MS) recebe estadual de beach tennis neste fim de semana
TIRO ACIDENTAL
Pai foge após matar filho de 10 anos com tiro acidental no ouvido em cidade do MS
BONITO - JARDIM - BODOQUENA E BELA VISTA
BONITO e mais 3 cidades recebem auxilio da Agesul na recuperação de estradas devido as chuvas
PESQUISA NO MS
Em nova pesquisa, Reinaldo tem 54.21% e Juiz Odilon 45.79%, VEJA NÚMEROS
DATAFOLHA - PRESIDENTE
Datafolha para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%