Menu
ITALÍNEA DOURADOS
tera, 11 de dezembro de 2018
KAGIVA
Busca

Setor imobiliário de MS cresceu acima da média nacional em 2010

16 Mar 2011 - 17h29Por Bonito Informa - Assessoria

Dados  da Dinaf (Diretoria Nacional de Fiscalização) do COFECI (Conselho Federal dos Corretores de Imóveis) apontam que no ano de 2010 a quantidade de corretores de imóveis e imobiliárias cresceu acima da média nacional em Mato Grosso do Sul. “Isso reflete o boom do setor, as pessoas acompanham a evolução do mercado e acabam buscando a profissão”, avalia o presidente do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis de Mato Grosso do Sul, Eduardo Francisco Castro.

Os números foram apresentados no dia 24 de fevereiro, em Brasília, pelo Diretor Nacional de Fiscalização e Conselheiro Federal e Regional, Claudemir das Neves. Em dezembro do ano passado havia 2.790 corretores de imóveis em Mato Grosso do Sul, número 17,1% acima do mesmo período de 2009. O crescimento é superior à média nacional, de 13%.

Já  o número de imobiliárias ativas cresceu 15,3%, atingindo 263 em dezembro último, ao passo que em âmbito nacional o aumento foi de 6,5%. Durante o ano de 2010 foram realizadas 7.764 diligências no Estado, lavrados 145 autos de infração por exercício ilegal da profissão, emitidas 183 notificações e lavrados 6.950 autos de constatação. Estes autos são emitidos inclusive para constatar a diligência, não estão necessariamente relacionados a eventuais irregularidades.

Em âmbito nacional, houve redução de 5,8% nos autos de infração por exercício ilegal da profissão, mas os autos por outros tipos de infração e as notificações aumentaram, apesar de o número de agentes fiscais ter diminuído 6,1%. Claudemir explica que o número de clandestinos diminuiu, porque a busca pela regularização está maior. O que preocupa, porém, é a qualidade, uma vez que alguns cursos não proporcionam formação adequada do profissional e acabam redundando no aumento das infrações. 

“Muitas vezes eles saem sem preparo, sem conhecer a legislação e o mercado”, observa. Em vários casos, cita, as próprias incorporadoras selecionam pessoas de boa aparência e pagam o curso técnico para que se tornem corretores de imóveis. Eduardo Castro alerta que o CRECI/MS continuará vigilante para garantir um mercado saudável e a boa prestação de serviço à população. “Nosso papel iminente é o de fiscalizar e estamos atentos. A população também pode denunciar pelo telefone (67) 3325-5557”, diz.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ATENÇÃO A TODOS
Jovem lutadora russa morre eletrocutada após queda de iPhone no banho
CIÊNCIA E TECNOLOGIA
Atenção contribuinte: Sistema autorizador da NF-e valida novos códigos a partir de 2019
EDUCAÇÃO
Universidade abre 1.481 vagas para portadores de diploma
CIDADES
Operação que tem Aécio como alvo cumpre mandados em MS
CIDADES
Oficiais da PM de MS apontados como líderes da Máfia do Cigarro são condenados por corrupção
SABORES DO CERRADO
Frutas do cerrado: conheça as árvores que dão mais sabor ao nosso dia-a-dia
TEMPO E TEMPERATURA EM MS
2018 registra recordes de acúmulo de chuva; em dezembro deve cair mais água
BONITO - MS
Governador faz entregas de R$ 36 milhões em obras da MS-178 e habitação em Bonito
TEMPO E TEMPERATURA
Previsão de altas temperaturas e baixa umidade do ar em MS
BONITO - MS - AUDIÊNCIA NA CÂMARA
Em audiência, Promotor alerta que se não resolver o 'Brejão' do Rio da Prata ele se acaba em 10 anos