Menu
KAGIVA
quinta, 16 de agosto de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

Serviço sanitário russo suspende restrições à carne de cinco frigoríficos brasileiros

9 Set 2011 - 16h19Por Agência Brasil

A Embaixada do Brasil na Rússia comunicou ao Ministério da Agricultura que foram suspensas as restrições para a importação de carne de cinco frigoríficos brasileiros. Segundo a embaixada, o serviço federal de fiscalização sanitária da Rússia (Rosselkhoznadzor) publicou em sua página na internet a revogação das restrições para a importação da carne brasileira de um frigorífico de Goiás, um de São Paulo, um de Minas Gerais e dois de Mato Grosso do Sul. Também foi liberado pelos russos o comércio com uma indústria produtora de ração para cães e gatos que fica em Minas Gerais.

Apesar do aviso da embaixada brasileira, o Ministério da Agricultura informou que até a manhã de hoje (9) não recebeu comunicado oficial das autoridades russas. Segundo a assessoria do ministério, uma nota deverá ser divulgada assim que as autoridades brasileiras forem comunicadas pelas russas.

No mês passado, a Rússia incluiu mais três frigoríficos, um de carne bovina e dois de aves, na lista de unidades brasileiras embargadas após detectar bactérias acima do nível permitido em três lotes exportados. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - ATENÇÃO MÃES
Dia 'D' contra poliomielite e sarampo será neste sábado em Bonito (MS)
MEIO AMBIENTE - JARDIM E BONITO
A condenação do rio da Prata, essencial para a biodiversidade em Jardim e Bonito (MS)
LOTERIA
Sul-mato-grossense ganha R$ 1 milhão na loteria da Caixa
STOCK CAR 2018
Bons retrospecto em MS anima pilotos da Cavaleiro Sports
CASO DE POLÍCIA
Boliviana denuncia estupro de criança de 8 anos em fazenda no Pantanal
CIDADES
Na contramão do nacional, MS registra queda na mortalidade materna
POLÍTICA
Para eleitores, 2º turno a presidente será entre Bolsonaro e Alckmin
POLÍTICA
Aprovado projeto que proíbe pedófilos de concorrer em concurso estaduais
SAÚDE
CFM lança código de ética para estudantes de medicina
ECONOMIA
Empresários brasileiros buscam ampliar parcerias com o Paraguai