Menu
ITALÍNEA DOURADOS
sexta, 17 de agosto de 2018
KAGIVA
Busca

Serviço de informação estrangeiro rouba 24 mil arquivos de fornecedora do Pentágono

18 Jul 2011 - 14h31Por Estadão.com

Um serviço estrangeiro de informações roubou 24 mil arquivos dos computadores de uma fornecedora de equipamentos de defesa para os Estados Unidos este ano, ilustrando a grave ameaça que o Pentágono enfrenta em seu trabalho para reforçar a segurança das redes de computadores militares, disse uma autoridade de defesa norte-americana.

William Lynn, secretário assistente de Defesa, revelou na quinta-feira, 14, a ocorrência do roubo e o lançamento de uma nova estratégia de segurança na computação do Pentágono que designa o ciberespaço como um “domínio operacional”, a exemplo da terra, mar e ar, no qual as forças norte-americanas treinarão, praticarão e se prepararão para reagir a ataques.

Lynn informou que o roubo ocorreu em março, e que se acredita que tenha sido cometido por um serviço de inteligência estrangeiro e tivesse por alvo arquivos de uma fornecedora que desenvolve sistemas de armas e equipamento para defesa. Ele se recusou a especificar o país responsável pelo ataque, a companhia que foi alvo e o conteúdo dos arquivos.

“Foram 24 mil arquivos, o que é muito”, disse Lynn. “Mas não creio que seja o maior caso que já vimos.”

O roubo serviu como ilustração das dificuldades crescentes que o Pentágono enfrenta para proteger as redes militares e de defesa essenciais à segurança dos EUA.

Funcionários do Departamento da Defesa operam mais de 15 mil redes de computadores e sete milhões de computadores em centenas de instalações em todo o mundo. As redes do departamento são alvo de tentativas de acesso milhões de vezes ao dia, e invasões comprometeram imensos volumes de dados.

Lynn disse que uma estimativa recente calculava os prejuízos econômicos com a perda de propriedade intelectual e informações em computadores comerciais e do governo em mais de um trilhão de dólares.

Além de dispor que o Pentágono trate o ciberespaço como “domínio operacional”, Lynn afirmou que a nova estratégia inclui quatro iniciativas de reforço à segurança de redes, por meio de defesas sobrepostas e de melhor cooperação com outros operadores de redes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - INAUGURAÇÃO
HOJE tem inauguração do Santo Rock Bar, caipirinha FREE para mulheres até meia-noite em Bonito (MS)
POLÍTICA
Parecer do TRE-MS dá aval para cassar vereadora Cida Amaral
MEIO AMBIENTE
Em fase final, projeto visa recuperar o Taquari com manejo correto do solo
BONITO - MS - AÇÕES NO ÁGUAS DO MIRANDA
BONITO (MS): Obras realiza serviços de revitalização no distrito Águas do Miranda
BONITO - MS
Almoço beneficente em prol do Instituto Visão de Vida acontecerá neste sábado em Bonito
CASO MAYARA
Acusado de matar a musicista Mayara Amaral diz que estava 'possuído'
ACIDENTE
Mulher é arremessada e morre em capotamento de veículo na BR-359
CIDADES
Mutirão vai analisar 11 mil processos de presos condenados em MS
DEFESA SANITÁRIA
Campanha de vacinação da febre aftosa atinge 99% de cobertura em MS
SAÚDE
Pesquisa indica que 16 milhões de brasileiros vivem sem nenhum dente