Menu
ITALÍNEA DOURADOS
sbado, 20 de outubro de 2018
KAGIVA
Busca

Serra defende oposição de qualidade e descarta ida para PSD

12 Mai 2011 - 09h45Por Folha.com

O ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) disse nesta quarta-feira (11), em Porto Alegre (RS), que "um governo de qualidade também depende de uma oposição de qualidade", ao se referir à crise interna de seu partido e do DEM.

Serra admitiu que os oposicionistas atualmente não têm um líder natural.

Questionado sobre a possibilidade de migrar para o PSD, sigla recentemente criada pelo prefeito da capital paulista e seu aliado, Gilberto Kassab, o ex-governador afirmou que qualquer especulação sobre isso é "fofoca".

Segundo ele, a atual crise na oposição tem impedido um posicionamento crítico e fiscalizador em relação ao governo federal.

"Mesmo os eleitores do PT esperam que a oposição atue assim", afirmou.

Serra concedeu entrevista nesta quarta antes de palestrar na capital gaúcha sobre reforma política, a convite da Federasul (Federação das Associações Comerciais e de Serviços do Rio Grande do Sul).

Ele defendeu mudanças no sistema eleitoral, "que é o ponto mais crítico do contexto político", segundo ele, "porque encarece as eleições, enfraquece os partidos e afasta os eleitos dos eleitores".

O tucano afirmou também estar otimista com a possibilidade de implantação de um sistema distrital nas eleições para vereador, em 2012, nos municípios com mais de 200 mil eleitores.

"Se for introduzido nas eleições para vereador, pode ser um estímulo para mudanças no plano estadual e federal."

Para ele, no entanto, o financiamento público das eleições não seria a melhor alternativa, porque não impediria o financiamento paralelo. "Poderia abrir caminho para uma indústria de deputados".

Após declarar que o governo federal parece "hesitante" e que está sofrendo com "problemas herdados de Lula, como a aceleração da inflação e a desindustrialização", Serra aceitou convite do governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT), para um café no Palácio Piratini, sede do Executivo do Estado.

Os dois conversaram sobre assuntos gerais e sobre reforma política. A agenda foi solicitada pelo governador, que não pôde ir à palestra.

Deixe seu Comentário

Leia Também

IBOPE NO MS - PESQUISA
IBOPE em Mato Grosso do Sul, votos válidos: Azambuja, 53%; Odilon, 47%
BONITO - MS - AÇÕES MEIO AMBIENTE
SEMA distribui frutas produzidas no Viveiro de Mudas Nativas de Bonito (MS)
BONITO - MS - REFORMA
Prefeitura reforma instalações do Programa Bolsa Família que atende 650 beneficiários em Bonito (MS)
ELEIÇÕES 2018 - FÁBRICA DE FAKE NEWS
Polícia e Justiça 'explodem' fábrica de fake news de coordenador de Odilon
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS DO MS
Empresário e filho de 1 ano que morreram em acidente, retornavam de Bonito (MS)
BONITO - MS - ESPORTE -
Bonito (MS) recebe estadual de beach tennis neste fim de semana
TIRO ACIDENTAL
Pai foge após matar filho de 10 anos com tiro acidental no ouvido em cidade do MS
BONITO - JARDIM - BODOQUENA E BELA VISTA
BONITO e mais 3 cidades recebem auxilio da Agesul na recuperação de estradas devido as chuvas
PESQUISA NO MS
Em nova pesquisa, Reinaldo tem 54.21% e Juiz Odilon 45.79%, VEJA NÚMEROS
DATAFOLHA - PRESIDENTE
Datafolha para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%