Menu
ITALÍNEA DOURADOS
sexta, 22 de junho de 2018
KAGIVA
Busca

Senadores de MS criticam proposta de criação de CPI da fronteira

25 Abr 2011 - 14h08Por Campo Grande News

Os senadores sul-mato-grossenses Delcídio Amaral (PT) e Waldemir Moka (PMDB) manifestaram opiniões contrárias à proposta de criação de uma CPI na fronteira para investigar tráfico de drogas e armas no País.

O assunto ganhou força após a tragédia na escola do Realengo, no Rio de Janeiro. A proposta da CPI é intensificar a fiscalização sobre a entrada de armas em território brasileiro.

Estados como Mato Grosso do Sul e Paraná estão na mira da CPI prestes a ser instalada.

Para Delcídio, o lugar mais correto para uma CPI seria dentro de uma penitenciária de segurança máxima "já que é de lá que se comandam o tráfico de drogas e de armas".

O peemedebista Waldemir Moka apresentou argumento semelhante. "É mais fácil não deixar a droga entrar do que ir atrás dos que estão traficando no país", pontua.

A proposta da CPI sobre o tema é do senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), que defende a comissão como auxílio na criação da guarda de fronteira e viabilização de mais recursos para a Polícia Federal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Prefeitura de Campo Grande abre inscrições de processo seletivo para nível médio
BONITO - MS
SENAR vai realizar curso de Produção de Alimentos Saudáveis em Bonito
EM MS
Eleitores já podem se cadastrar para atuar como mesários
OPERAÇÃO OIKETICUS
Cheque da desembargadora Tânia Borges é encontrado em investigação do Gaeco
NARCOTRÁFICO
Paraguai destrói 107 acampamentos com 318 toneladas de maconha na fronteira
BELEZAS NATURAIS DE MS
Isto é Mato Grosso do Sul: o novo vídeo que retrata as belezas do MS
DEFESA SANITÁRIA
MS apresenta situação da fronteira na reunião que discute a retirada da vacina contra aftosa
DEU RUIM
Golpe do 'Mercado Livre'
OPORTUNIDADES DE EMPREGOS
Terminam hoje inscrições de processo seletivo da UFMS para 48 vagas
TEMPO E TEMPERATURA
Inverno começa seco e quente em Mato Grosso do Sul