Menu
quarta, 22 de janeiro de 2020
BANNER ANNA
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO

Sem-terra bloqueiam hoje rodovia próxima á Itaquirai

30 Mar 2011 - 12h24Por Campo Grande News

Sem-terra bloqueiam na manhã desta quarta-feira novamente a BR-163, entre Naviraí e Itaquiraí, região sul do Estado.

De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), o bloqueio é realizado desde às 9h15min no Km104, a 364 quilômetros de Campo Grande. O ponto localiza-se no trevo que dá acesso à cidade de Icaraíma, Paraná.

Participam da manifestação cerca de 300 sem-terra que vivem no acampamento localizado às margens da MS-487, contígua à BR-163, onde moram 400 famílias.

Conforme a PRF, que está no local, os manifestantes reivindicam a presença de representante do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), para discutirem a aceleração do processo de nomeação de um novo superintendente para o órgão e também sobre a situação de distribuição de terra.

Na semana passada os sem-terra bloquearam MS-060, entre Campo Grande e Sidrolândia, a BR-463 entre Ponta Porã e Dourados e a BR-267, entre Nova Alvorada do Sul e o Distrito de Casa Verde. No início do mês a manifestação foi em Naviraí..

Deixe seu Comentário

Leia Também

CHUVAS INTENSAS
Chuvas continuam até sexta-feira; Calor volta no fim de semana
BONITO - MS - NOVO CAMINHÃO
Prefeitura compra novo caminhão compactador para coleta de lixo em Bonito (MS)
OPORTUNIDADE NO MS
Marinha lança edital com 33 vagas para fuzileiros navais em MS
BONITO - MS - TURISMO
Passeios em Bonito tem até 60% de desconto para sul-mato-grossenses
Preso
Homem agride pai em Bonito e ao ser preso, ameaça matar cabo da PM
Maus-tratos
Acusada por maus-tratos desacata policiais durante resgate de animais em penúria
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
Mulher esfaqueia marido e é presa por violência doméstica em MS
FLAGRANTE
Homem que furtou carro é preso prestes a trocá-lo por droga
Executado
Jovem de 18 anos é executado a tiros em assentamento da fronteira
MEIO AMBIENTE
ESPECIAL IDB: agrônomo de Bonito acredita que produtor rural e meio ambiente podem caminhar juntos