Menu
ASSOMASUL MAIO 2019
segunda, 17 de junho de 2019
Busca
ÁGUAS DE BONITO

São Paulo fará testes rápidos de HIV nas prisões

25 Mar 2011 - 16h47Por Estadão.com

A Secretaria de Estado da Saúde vai oferecer testes rápidos de HIV em unidades prisionais de São Paulo. O objetivo é rastrear eventuais portadores do vírus da Aids e oferecer tratamento gratuito à população privada de liberdade.

 

Para colocar em prática a ação, o Centro de Referência e Treinamento em DST/Aids iniciou neste ano a capacitação de profissionais de saúde de 150 Centros de Detenção Provisória (CDPs) e presídios.

Dois treinamentos já foram realizados, para profissionais dos CDPs de São Miguel, Pinheiros e Belém, na capital paulista, e Santo André, Mauá, Osasco, Itapecerica da Serra, São Bernardo do Campo e Guarulhos, na região metropolitana. As próximas capacitações irão ocorrer em Ribeirão Preto e Araraquara. As unidades prisionais serão orientadas a oferecer o teste rápido no momento em que o preso der entrada no local.

?

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Governo do MS assina nesta terça 'Decola MS', programa vai ampliar voos em BONITO e demais cidades
OPORTUNIDADE NO MS
Em MS, Prefeitura abre inscrições para dois processos seletivos
BONITO - MS - AÇÕES NO RIO FORMOSO E RIO DA P
Governo do MS anuncia que vai realizar megaoperação para salvar águas cristalinas de Bonito (MS)
JARDIM - MS - POLÍCIA
Suspeito de assalto é atropelado por viatura da PM e morre na delegacia em JARDIM (MS)
ASSASSINATO
Marido da deputada é morto a tiros
CASO DE POLÍCIA
Rapaz de 22 anos é encontrado em matagal ferido com 20 facadas em cidade do MS
MATO GROSSO DO SUL - SAÚDE
Em agosto, Governo do Estado e Hospital Regional reativam serviço de cirurgias bariátricas em MS
FESTIVAL DE INVERNO DE BONITO
BONITO (MS): Festival traz espetáculos de dança, Bossa Nova e performances contemporâneas
ELEIÇÕES 2020
Rose Modesto admite interesse em disputar prefeitura de Campo Grande, mas nega acordo com o MDB
DOURADOS - MANIFESTAÇÕES
Dono da Havan manda 'recado' a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados