AGÊNCIA_SUCURI_MEGA_BI
Bonito Informa - Notícias de Bonito e região
Bonito, 23 de Outubro de 2017
DELPHOS_FULL
CLINICA_RITH
19 de Maio de 2011 11h09

Santos leva sufoco, segura empate e vai à semifinal da Libertadores

Folha.com

O sonho do Santos em repetir o que só a geração comandada por Pelé conseguiu continua firme e forte. O time de Neymar eliminou o Once Caldas, ao empatar por 1 a 1, no Pacaembu, e avançou à semifinal da Taça Libertadores, feito que não acontecia desde 2003, quando foi vice-campeão e segue em busca do tricampeonato continental.

Agora a equipe espera o vencedor de Cerro Porteño e Jaguares, que se enfrentam nesta quinta-feira.

  Fabio Braga/Folhapress  
Neymar (à esq.) e Elano colocam a mão na cabeça durante a comemoração do gol santista no primeiro tempoo

Neymar (à esq.) e Elano colocam a mão na cabeça durante a comemoração do gol santista no primeiro tempo

O 1 a 1 desta noite não foi o que a torcida que lotou o Pacaembu esperava, foi um pouco mais sofrido do que o desejado, mas valeu a classificação. De quebra, o Santos se vingou do Once Caldas, que em 2004 eliminou o time na mesma fase da competição continental.

O time comandado por Muricy Ramalho entrou em campo já com uma grande vantagem, pois havia vencido os colombianos fora de seus domínios, por 1 a 0. Assim, até o empate bastou para se classificar.

Mas um time que tem Neymar como referência, não se furtaria a jogar por um mísero empate e desde o início partiu para cima. Marcou a saída de bola, pressionou os colombianos.

Essa atitude só poderia resultar no gol. Aos 9min, Danilo avançou e a defesa cortou. Mas a pelota sobrou para Neymar. O camisa 11, da entrada da área, encheu o pé e marcou. 1 a 0.

Quem pensou que o tento precoce faria o time da Baixada arrefecer, foi surpreendido. Nem parecia o time que vem jogando decisão atrás de decisão, alegando cansaço e perdendo jogadores por causa de lesão --casos Ganso e Jonathan e, nesta partida, o meia Alan Patrick.

Só que o Once Caldas, que já havia derrubado o Cruzeiro, grande favorito nas oitavas de final, mostrou que não estava a passeio no Pacaembu. E em uma bobeira da zaga santista, que não cortou cruzamento, e a bola sobrou limpa para Rentería empatar. 1 a 1 aos 31min.

Os visitantes então ameaçaram uma pressão, e o Santos sentiu um pouco o golpe.

Mas na volta para o segundo tempo, os anfitriões voltaram a dominar a partida de uma forma poucas vezes vista no futebol nos dias de hoje.

Em menos de cinco minutos, três boas chances com Neymar, Zé Love --a melhor delas--, e Elano.

O Santos era o senhor absoluto da partida, mas, ao não marcar o segundo gol e definir o jogo, foi dando esperança para o time colombiano.

Pouco antes da metade do segundo tempo, a equipe de Muricy começou a dar sinais do desgaste a que vem sendo impingida, por causa das sucessivas partidas decisivas.

Talvez o principal sinal do cansaço tenha sido Neymar. Enquanto na primeira etapa o camisa 11 azucrinava a defesa colombiana, caindo na direita, na esquerda, ele passou a ficar preso ao lado esquerdo do ataque do Santos, facilitando a marcação para a retaguarda do Once Caldas.

O tão sonhado gol que daria a tranquilidade para o Santos poderia ter vindo já no fim. Neymar invadiu a área, driblou dois e foi derrubado. Pênalti. O goleiro Martínez o desafiou a dar uma cavadinha. O camisa 11 resolveu não fazer isso, mas tampouco marcou. 'Telegrafou' o chute nas mãos do goleiro colombiano.

Depois disso o Once Caldas foi valente, lutou. Mas esbarrou na sua própria falta de qualidade e não conseguiu marcar o gol que lhe daria a classificação.

  Nelson Almeida/France Presse  
Neymar cai ao disputar jogada e coloca a mão na bola no Pacaembu
Neymar cai ao disputar jogada e coloca a mão na bola no Pacaembu
Comentários
Veja Também
conde_foto
Últimas Notícias
  
AGÊNCIA_SUCURI_LATERAL
bonito_celular
dothCom © Copyright BonitoInforma - Todos os Direitos Reservados.