Menu
mutantes
tera, 19 de maro de 2019
Busca
ITALÍNEA DOURADOS

Saldo da entrada e saída de dólares está positivo em US$ 5,4 bilhões em agosto até o

31 Ago 2011 - 14h43Por Agência Brasil

 O saldo da entrada e saída de dólares do país, fluxo cambial, está positivo em US$ 5,404 bilhões, em agosto até o dia 26, informou hoje (31) o Banco Central (BC). De janeiro até o dia 26 de agosto, o fluxo cambial está positivo em US$ 61,062 bilhões, contra US$ 3,475 bilhões registrados em igual período de 2010.

Neste mês, até o dia 26, o fluxo financeiro (registro de investimentos em títulos, ações, remessas de lucros e dividendos ao exterior, entre outras operações) ficou negativo em US$ 1,043 bilhão, enquanto o segmento comercial (operações relacionadas a exportações e importações) registrou saldo positivo de US$ 6,446 bilhões. No acumulado do ano até a última semana, o fluxo financeiro está positivo em US$ 32,168 bilhões. No período, o comercial também está positivo em US$ 28,893 bilhões.

O BC também informou que as compras de dólares no mercado à vista elevaram as reservas internacionais em US$ 4,275 bilhões, neste mês, até 26. As operações no mercado a termo (com liquidação em data futura, a curto prazo) estão em US$ 403 milhões.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEIO AMBIENTE
Polícia Militar Ambiental de MS completa 32 anos e comemora o fim dos “coureiros”
SAÚDE
Saúde confirma quarta morte por dengue este ano em MS
SABORES
Na concorrência com Tastmade, amigas criam página com receitas para MS
LOTERIA
Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio acumulado de R$ 33 milhões
CIDADES
Município de MS que homenageia herói da Retirada da Laguna completa 81 anos
TURISMO
Sete destinos para se aventurar em Bodoquena no feriadão de abril
BONITO - MS
Prefeitura distribui 400 jogos de carteiras e novos uniformes em Bonito
SAÚDE E ALIMENTAÇÃO
Insônia, falta de ar e angústia: conheça os sintomas da intoxicação causada pelo café
EDUCAÇÃO
Enem 2018: espelhos da redação estão disponíveis para candidatos; veja correção
POLÍCIA
Garoto é investigado em MS após dizer que atiradores de Suzano deviam ter matado policiais