Menu
ITALÍNEA DOURADOS
sbado, 22 de setembro de 2018
KAGIVA
Busca

Saiba como a lei brasileira encara as ofensas feitas pela internet

6 Set 2011 - 17h02Por Folha.com

1) Existem leis específicas para crimes contra a honra cometidos pela internet?
Não. Ofensas feitas na rede são encaradas pela Justiça brasileira à luz dos mesmos artigos do Código Penal que se referem a comentários feitos em qualquer outro espaço.

 

 

 

 

 

 

  •  
  • 2) O fato de a ofensa ter sido feito pela internet pode agravar a pena?
    Sim. Um inciso do capítulo do Código Penal sobre crimes contra a honra diz que as penas aumentam em um terço "na presença de várias pessoas, ou por meio que facilite a divulgação da calúnia, da difamação ou da injúria", como é o caso da internet.

     

     

     

     

     

     

    3) Declarações feitas de forma anônima podem redundar em processos?
    Sim. Ocultar o nome na internet não garante o anonimato perante a Justiça. Com os dados do IP da máquina de onde partiu a ofensa, fornecidos pelo provedor da conexão, é possível localizar o autor de um comentário.

    4) O provedor da conexão é obrigado a fornecer dados de IP do autor da ofensa?
    Sob ordem judicial, sim. No entanto, não há nenhuma lei no Brasil que determine um tempo mínimo durante o qual os provedores são obrigados a guardar os dados de conexão de seus usuários.

    Deixe seu Comentário

    Leia Também

    BONITO - MS - VISITA NO GABINETE
    BONITO (MS): No gabinete, Prefeito recebe visita de dirigentes e alunos da Pestalozzi
    BONITO - MS - PRAÇA DA MARAMBAIA
    Praça da Marambaia terá aulas de zumba neste sábado em Bonito (MS)
    BONITO - MS
    Clube do Laço Nabileque de Bonito convoca associados para Assembleia geral ordinária
    POLÍTICA
    Assembleia Legislativa: nova pesquisa Ranking tem novidades
    ECONOMIA
    Presentes e comemorações do Dia das Crianças devem movimentar R$ 130 milhões em MS
    CIDADES
    De cada 10 cidades de MS, menos de 4 tem plano municipal para o saneamento básico, aponta IBGE
    POLÍTICA
    Líder, Azambuja tem 42,9%; juiz Odilon é segundo, com 29,35%
    ECONOMIA
    Brasileiros poderão receber remessas do exterior diretamente em reais
    SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE
    Futuro presidente terá de enfrentar financiamento do SUS
    GERAL
    Ninguém acerta as seis dezenas e prêmio da Mega-Sena acumula