AGÊNCIA_SUCURI_MEGA_BI
Bonito Informa - Notícias de Bonito e região
Bonito, 24 de Setembro de 2017
CLINICA_RITH
DELPHOS_FULL
12 de Setembro de 2017 09h59

Reunião debate construção do Loteamento Social Rio Mimoso em Bonito

Reunião debate construção do Loteamento Social Rio Mimoso em Bonito

BONITO INFORMA COM INFORMAÇÕES DA ASSESSORIA DE IMPRENSA
FOTO: JABUTY - Reunião debate construção do Loteamento Social Rio Mimoso em BonitoFOTO: JABUTY - Reunião debate construção do Loteamento Social Rio Mimoso em Bonito

A Prefeitura Municipal de Bonito, por meio do DEMURF (Departamento Municipal de Regularização Fundiária) realizou nesta segunda-feira, dia 11, no plenário da Câmara Municipal, uma reunião com os servidores que foram contemplados com terrenos no Loteamento Social Rio Mimoso.

O objetivo do encontro, que contou com a presença do prefeito municipal, Odilson Soares, e da secretária de Assistência Social, Ilza Gomes Soares, teve como objetivo debater a continuidade do projeto.

Os lotes foram doados para servidores efetivos cuja renda familiar não ultrapassa R$ 4.885,00, que não possuem nenhum imóvel e que não foram beneficiados por nenhum programa habitacional (seja municipal, estadual ou federal). Os pretendentes não podem também constar no Cadastro Nacional de Mutuários (CADMUT).

A reunião contou com a presença do engenheiro civil da Agehab (Agência de Habitação Popular de MS), Fernando José Nicolini Delgado, que falou sobre o Projeto Lote Urbanizado, que será implantado pela agência de habitação juntamente com a prefeitura do município.

De acordo com o engenheiro Fernando Delgado caberá à Agehab – durante a 1ª fase do projeto - a construção de uma fundação para uma residência de 42,56m2, até o contrapiso, com instalações hidráulicas e sanitárias enterradas, 1ª fiada em alvenaria, fossa séptica e o sumidouro (se for o caso), denominada 1ª etapa da obra, ou base. Ao município, durante a primeira fase, caberá a limpeza, patamarização (definição dos parâmetros) do terreno e a construção do muro de arrimo.

A primeira fase deverá ser concluída em até seis meses após autorização para o início da obra. As demais fases deverão ser concluídas em até 18 meses - perfazendo o total de 24 meses.

A segunda etapa será de responsabilidade do selecionado, incluindo a compra de todo o material necessário para a construção e a mão de obra. A autorização para início da construção será fornecida pela Agehab e o prazo para a conclusão será de 24 meses após a assinatura da autorização para início da execução da obra.

No caso da não conclusão no prazo previsto, o beneficiário deverá devolver o investimento para a Agehab e o município.

É também de responsabilidade do município prestar assistência técnica ao selecionado, que consistirá em acompanhar a execução da 2ª etapa (construção) por intermédio de um profissional responsável técnico pela execução da obra e de um mestre de obra para orientar a construção (engenheiro civil, mestre de obras e assistente social).

Comentários
Veja Também
conde_foto
Últimas Notícias
  
bonito_celular
AGÊNCIA_SUCURI_LATERAL
dothCom © Copyright BonitoInforma - Todos os Direitos Reservados.