Menu
KAGIVA
tera, 18 de setembro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
Bonito - Assistência Social

Reunião com Obras São José define bases para Convênio desse ano

Além do reajuste, o convênio também pactuará a inclusão de 04 prestadores de serviço, provenientes do Programa Frente Emergencial,

10 Jan 2012 - 16h21Por Luciana Garcia/Assessoria

O prefeito José Arthur Figueiredo reuniu-se na manhã desta terça-feira (10) com a diretoria da instituição Obras Sociais São José, entidade filantrópica sem fins lucrativos que presta  atendimento a idosos em situação de risco ou abandono em Bonito.  O encontro foi realizado para discutir as bases de renovação do convênio que será entre firmado entre a Prefeitura e a entidade em 2012.

“O que nós buscamos este ano é um aumento no valor do repasse já que a instituição enfrenta muitas dificuldades para manter o pleno funcionamento das suas atividades”, disse o presidente da entidade, Sami de Souza Mustafá, durante a reunião.

Da mesma forma, o assessor jurídico da entidade, Dr. Aderbal Lopes de Andrade, ressaltou o caráter humanitário do trabalho desenvolvido na instituição.

“O que nós pretendemos hoje é sensibilizar o coração dessa administração a fim de que através de um trabalho conjunto nós possamos melhorar ainda mais a qualidade do serviço que é prestado aos nossos idosos”, disse.

Em atendimento a essas solicitações o executivo determinou o aumento do repasse para as Obras Sociais São José, que em 2011 foram na ordem de R$ 33.396,00, para R$ 38.400 em 2012. Além do reajuste, o convênio também pactuará a inclusão de 04 prestadores de serviço, provenientes do Programa Frente Emergencial, que estarão à disposição da instituição inclusive nos finais de semana e feriados.

Ao comentar a concessão do reajuste, o prefeito declarou que é preciso atender indistintamente a todas as instituições que compõe a rede sócio-assistencial em Bonito e que 2012 será um ano de ajuste na contabilidade dos municípios de um modo geral.

“É claro que nós não fazemos tudo o que gostaríamos, mas fazemos tudo o que é possível e principalmente tudo o que a lei nos permite. Nós trabalhamos com todas as instituições assistenciais do município, as que atendem crianças, jovens, maternidade, idosos, enfim, nós precisamos destinar recursos a todas, e este ano, de uma forma muito mais ajustada, porque o índice de ICMS diminuiu, o significa que nós temos menos 400 mil nas contas do município. Menos recurso e muito mais trabalho, mais pessoas pra nós atendermos”, concluiu José Arthur.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEDULA ÓSSEA
MS tem 2° maior cadastro de doadores de medula
CRUELDADE - POLÍCIA
Por mãe estar sem o celular, ladrão dá facada em bebê de 3 meses
R$ 10 MILHÕES
Multa máxima à MSVia não ultrapassa 3,5% da receita anual
PREFEITURA EM MS - OPORTUNIDADES
Prefeitura abre concurso público com mais de 300 vagas e salários de até R$ 6 mil em MS
ELEIÇÕES 2018
TRE-MS recebe 108 denúncias de infrações no período eleitoral
ELEIÇÕES 2018 - CANDIDATO AO GOVERNO DO MS
MPF manda Polícia Federal investigar Odilon de Oliveira, denunciado por crimes na 3ª Vara Federal
TECNOLOGIA
Anatel começa domingo bloqueio de celular irregular em MS e mais 11 estados
POLÍTICA
MPF reforça alerta sobre prisão por compra de voto e boca de urna
ENTRETENIMENTO
Dupla de MS projeta jogo inspirado em desenhos dos anos 1980
POLÍTICA
'Violência se combate com inteligência', diz Meirelles em visita a MS