Menu
BONITO_PREFEITURA_FEVEREIRO_2019
segunda, 18 de fevereiro de 2019
mutantes
Busca
ITALÍNEA DOURADOS
Turismo

Representante de ministério diz que Aquário do Pantanal é um projeto visionário

24 Mai 2011 - 14h52Por MS Notícias

O representante do Ministério da Ciência e Tecnologia, Olival Freire, traduziu o projeto do Centro de Estudos e Pesquisa da Ictiofauna Pantaneira - Aquário do Pantanal, como um gesto visionário e corajoso.

“É um gesto corajoso e visionário do governo do Estado. No aspecto turístico, será um ponto de atração local e internacional. No aspecto científico, o Aquário será um instrumento de pesquisa. Trata-se de um projeto estratégico. Mato Grosso do Sul está de parabéns por esta iniciativa do governador André Puccinelli” afirmou o representante do Ministério.

Secretário Executivo do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia, Olival sintetizou o funcionamento do Aquário. “Com o funcionamento do Aquário, teremos em Campo Grande um local de estudos, um centro de pesquisa e um ponto de colaboração e de apoio entre as universidades e as instituições de pesquisa. Também é um empreendimento que se tornará um polo turístico mundial. Muitas pessoas virão à Campo Grande para ver o Aquário” frisou Olival.

Já considerado o maior aquário de água doce do mundo, com 6,6 milhões de litros de água, 263 espécies e sete mil animais, o Aquário do Pantanal será construído com recursos da ordem de R$ 84.749.754,23. A empresa construtora é a Egelte Engenharia Ltda. A intenção do governo do Estado é entregar a obra para a população sul-mato-grossense no 36º aniversário de criação do Estado, em 2013.

Ao lado da obra, está em fase de conclusão um centro receptivo do Aquário do Pantanal. O espaço será aberto à visitação pública e apresentará a estrutura do Aquário. Guias de turismo treinados acompanharão os visitantes e apresentarão detalhes do projeto. No local também serão projetadas imagens da fauna dos rios: espécies de peixes dos rios pantaneiros e de Bonito.

Inicialmente projetado para impulsionar o turismo, o aquário teve seu objetivo ampliado para servir também como centro de pesquisa científica e de educação ambiental. O projeto de 18.636 metros quadrados da construção, com assinatura do arquiteto Ruy Othake, um centro de conferências, laboratórios e biblioteca para livros e teses sobre o Pantanal, instalações que foram desenhadas lado a lado com os 24 tanques de peixes, jacarés, sucuris, entre outras espécies.

Além do ambiente interno, que inclui um túnel de 180 graus, o aquário terá cinco tanques externos, que poderão ser percorridos a pé ou em um trajeto aquaviário em barco com fundo de vidro.

O projeto apresenta uma estrutura de 90 metros de comprimento e 18 de altura. Possuirá um amplo saguão, equipado com banheiros, setor de informações, auditório para 250 pessoas, restaurante, lanchonete, biblioteca e bancada de interação, entre outros detalhes. Escadas rolantes comuns e elevadores próprios para portadores de necessidades especiais levam o visitante aos tanques e a um ambiente especial para as sucuris. Nos ambientes externos, ficarão plantas nativas do Pantanal, jacarés, ariranhas e lontras, entre outros animais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CULTURA
Músicos lamentam a morte de Dino Rocha, o Rei do Chamamé
CASO DE POLÍCIA NO MS
Em MS, adolescente de 16 anos se tranca em quarto e mata filha de 21 dias sufocada
BONITO - MS - MAIS CASAS
Prefeitura pede a construção de mais 280 casas em Bonito (MS)
BONITO - MS
Fórum da Cultura convoca comunidade para reunião sobre 20º Festival de Inverno de Bonito
MEIO AMBIENTE
Moradora encontra cobra em casa e animal é retirado pelo Corpo de Bombeiros de MS
ECONOMIA
Para beneficiários de programas sociais do Governo, conta de luz tem tarifa reduzida
POLÍCIA
Ex que removeu corpo de Rosilei de cemitério é preso dirigindo bêbado
CULTURA
Morre aos 68 anos Dino Rocha, o maior sanfoneiro do Brasil
TEMPO E TEMPERATURA
Tempo segue instável com possibilidade de chuva forte em algumas áreas de MS
SURTO DE DENGUE NO MS
Primeira morte por dengue é confirmada em cidade do MS