Menu
ASSOMASUL MAIO 2019
tera, 25 de junho de 2019
Busca
ÁGUAS DE BONITO

Renda das empregadas domésticas cresceu 43,5% em nove anos

28 Jun 2011 - 17h08Por Correio do Estado

Nos últimos nove anos, as trabalhadoras domésticas tiveram um aumento de renda individual de 18,5 pontos percentuais em relação à média geral de todas as categorias. Os dados da pesquisa Data Popular, com base em dados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) do IBGE, foram divulgados nesta segunda-feira (27).

Entre os anos de 2002 e 2011, o rendimento médio individual das trabalhadoras domésticas cresceu 43,5%, enquanto a renda média de cada brasileiro ocupado aumentou 25% no mesmo período.

Informalidade
Nestes nove anos, o vínculo empregatício cresceu, passando de cerca de 1,045 milhão de trabalhadoras com registro para 1,652 milhão.

Apesar de ter crescido de 19% em 2002 para 28% em 2011, a informalidade ainda é comum na categoria. A maioria das trabalhadoras domésticas do Brasil não tem registro em carteira, sendo que, hoje, 72% não trabalham formalmente.

Raio X
A pesquisa considerou trabalhadores domésticos que exercem atividades como caseiro, arrumadeira, faxineira no serviço doméstico, empregada doméstica e diarista.

Em 2002, o Brasil possuía 5,5 milhões de trabalhadoras domésticas. Já em 2011 o número chega a 6,02 milhões, um aumento de 9,35% em nove anos.

Os 6 milhões de trabalhadores da categoria no Brasil atualmente movimentam R$ 43 bilhões. Do total, quase 301 mil trabalhadores do serviço doméstico pertencem às classes A e B.

Profissional
Não foi só a renda dos trabalhadores domésticos que mudou nos últimos nove anos, mas também o perfil de quem exerce a profissão.

Atualmente, quase 301 mil pessoas da categoria pertencem à alta renda, enquanto a nova classe média brasileira ou classe C representa 55% do total. Além disso, 17% contam em suas próprias residências com ajuda de outros trabalhadores domésticos.

Em termos de escolaridade, em 2002, apenas 12,7% tinham frequentado ao menos uma série do Ensino Médio. Em 2011, a parcela chega aos 23,3%. Além disso, em nove anos, a média de idade dos trabalhadores domésticos cresceu dos 35 para os 39 anos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MUNDO DA MÚSICA
Marilia Mendonça recorda foto de antes da fama com Cristiano Araújo: 'Saudade'
BODOQUENA - MS - SOLIDARIEDADE
BODOQUENA: Em fase difícil da vida, pedagoga desapega e doa cabelo para quem luta contra o câncer
EM CIDADE DO MS
Pilar de concreto que sustentava rede cai e mata menina de 4 anos em MS
NOVELA DA GLOBO
A Dona do Pedaço: Maria da Paz é humilhada por Vivi Guedes e Régis se aproveita de situação
EM MS
Bombeiros retiram Saveiro que caiu nas águas de rio em MS
OPORTUNIDADE NO MS
Concurso e processos seletivos oferecem 728 vagas no Estado do MS
BONITO - MS - PEDALADA DE SÃO PEDRO
Inscrições para 'pedalada' da 91ª Festa de São Pedro estão abertas em Bonito (MS)
BONITO - MS - EMPOSSADA
Prefeito dá posse a nova farmacêutica bioquímica concursada em Bonito (MS)
LUTO NO JORNALISMO
Após oito dias internada, aos 23 anos, jornalista de Campo Grande morre em São Paulo
CAMPO GRANDE - MS - LGBTQ
Boate dominada por lésbicas tem drink de 2 litros e criações como 'Sapatônica' em Campo Grande