Menu
mutantes
quarta, 20 de fevereiro de 2019
BONITO_PREFEITURA_FEVEREIRO_2019
Busca
ITALÍNEA DOURADOS

Reforma da Gruta do Lago Azul inclui oficina de calcetaria para produção de pedras

Deverão ser iniciadas nas próximas semanas as obras de construção das novas escadarias, que contarão com o trabalho dos participantes da oficina ..

10 Jun 2011 - 15h10Por Boni Miranda - Bonito Informa

Deverão ser iniciadas nas próximas semanas as obras de construção das novas escadarias e dos novos banheiros do receptivo da Gruta do Lago Azul - um dos atrativos mais conhecidos de Bonito.

O projeto foi elaborado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), com a aprovação de todos os órgãos responsáveis.

Os gastos da prefeitura foram autorizados pela Câmara Municipal mediante a aprovação do Projeto de Lei n. 14, de 19 de abril de 2010.

A licitação (Tomada de Preços) para execução da obra de restauração e conservação de calciteria da Gruta do Lago Azul foi vencida pela empresa Project Tecnologia de Construção Ltda, pelo valor de R$ 321.685,55 (trezentos e vinte e um mil seiscentos e oitenta e cinco reais e cinqüenta e cinco centavos).

Através da Secretaria Municipal de Turismo, Indústria e Comércio a Prefeitura Municipal de Bonito assinou também um convênio com a ONG Brazil Bonito para a realização de uma Oficina de Calcetaria para 10(dez) pessoas, envolvidas diretamente no trabalho.

A oficina, que ensina a técnica milenar de corte e encaixe de pedras sem o uso de cimento - a ser utilizada na obra – está sendo ministrada pelo técnico de Pernambuco, Hamilton Martins de Souza.

Com duração de seis meses a Oficina de Calcetaria foi contratada pelo valor total de R$ 101.786,10 e fornecerá as pedras a serem utilizadas nas novas escadarias, previamente moldadas.

Para a realização da oficina foi contratado em setembro de 2010 um encarregado com experiência em trabalhos com pedras da região, que atua como chefe de equipe, além de 9 nove assistentes.

A primeira etapa, com aulas teóricas, foi iniciada no dia 30 de setembro de 2010 abordando temas relacionados á formação geológica da região e da gruta. Na segunda etapa foram realizadas aulas práticas diretamente com pedras, que incluíram reparos de calçadas da área urbana e do Balneário Municipal.

Durante o mês de março deste ano foi feito, após o horário de encerramento do horário das visitas, o reconhecimento interno da Gruta do Lago Azul pelos participantes - juntamente com a limpeza e o conserto da trilha já existente.

A duração da obra está prevista para 120 dias, contados a partir da data da ordem de serviços (148/2010) - que será dada após o término do corte e preparação das pedras. Essa etapa tem duração prevista de 90 dias e terá o acompanhamento do responsável técnico indicado pelo IPHAN.

As novas escadarias terão formato circular e serão construídas com pedras da própria região, semelhantes às existentes na gruta.

Os objetivos principais das mudanças são garantir maior segurança durante o trajeto possibilitando também que os grupos entrem por uma extremidade e saiam por outra - facilitando o trânsito no interior do local. Atualmente existe apenas um caminho interno para ida e volta.

A realização das obras não interromperá as visitações.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GESTÃO PÚBLICA
Reinaldo Azambuja fala sobre desafios da nova gestão em entrevista à GloboNews
BONITO - MS - CONGRESSOS DE NETWORKING
Bonito (MS) receberá pelo menos 10 mil visitantes na baixa temporada em busca de networking em 2019
AGORA DEU MEDO
PMA captura cascavel de 1,3 metros em residência na Capital
GERAL
Em MS, 38 radares voltam a operar na BR-163 a partir da próxima semana
TEMPO E TEMPERATURA
Alerta: 24 cidades de MS estão com aviso de tempestade de perigo potencial
BONITO - MS - POLÍCIA
Vítima de 'estupro virtual' volta para casa e retoma rotina na escola em Bonito (MS)
GERAL
Sistema do Detran-MS continua fora do ar nesta quarta-feira
GERAL
Gabaritos do Enade 2018 já estão disponíveis no site do Inep
COTA ZERO
Deputados pedem que caça do jacaré seja liberada
POLÍCIA
Homem é preso, suspeito de exploração sexual de criança